O papel do marketing no dia a dia das startups

Buscar

Marketing

Publicidade

O papel do marketing no dia a dia das startups

Em 10 episódios, a Série Transições contou a história de profissionais de grandes empresas que têm aplicado sua expertise em marketing no ecossistema de startups

Luiz Gustavo Pacete
10 de outubro de 2019 - 6h00

 

Egressos de agências e anunciantes, profissionais compartilham suas experiências em startups (Crédito: Denise Tadei)

Informalidade, dor, inovação, teste, falha, mindset, compartilhamento, proposta de valor, prototipagem, dados. Essas foram algumas das expressões repetidas nas últimas semanas nos dez episódios da Série Transições, especial do Meio & Mensagem que se propôs a contar a história de profissionais egressos de anunciantes e agências e que, atualmente, trabalham em startups.

“A jornada do consumidor é cada vez mais mensurável e o comportamento do usuário é peça chave de toda tomada de decisão de investimento em marketing”

A publicitária Jéssica Gomes, ex-Mutato e creative content da startup Sallve, por exemplo, ressaltou a importância do olhar de marketing e inovação na desconstrução de estereótipos. “O consumidor ensina todo dia a gente a ser uma marca melhor. Se não é exatamente sobre você, é sobre a indústria. Ou sobre o concorrente. Um conhecimento poderoso e disponível”, afirmou. Daniel Chalfon, sócio da Astella Investimentos, destacou a importância do equilíbrio entre conhecimento e suporte a novos empreendedores. “Inovação não é um programa ou departamento, muito menos uma atividade de marketing. É a essência”, disse Chalfon.

Para Alexandra Mendonça, chief revenue officer da Winclap e ex-Mercado Livre, a tecnologia exigirá maior proposta de valor do marketing. “A jornada do consumidor é cada vez mais mensurável e o comportamento do usuário é peça chave de toda tomada de decisão de investimento em marketing.” Decisão essa que, segundo André Foresti, fundador da Troublemakers, deve estar pautada por metodologia ágil e pensamento dinâmico.

“Na mesa de qualquer empresa haverá sempre um lugar para as habilidades de um bom publicitário”

Na visão de Gal Barradas, fundadora da Gal Barradas Brand&Venture, dentro desse ecossistema de inovação, sempre haverá um papel de relevância para o profissional de comunicação. “Na mesa de qualquer empresa haverá sempre um lugar para as habilidades de um bom publicitário”, afirmou. Outro diferencial dos profissionais que fizeram a migração, segundo Renato Dias, CEO do Taqe, é a visão e a experiência de atuar em grandes empresas. “Muitas vezes nas grandes empresas começamos pelo problema do cliente ou do consumidor mas nos apaixonamos por nossos produtos e soluções e eles viram o centro das atenções”, completou Gabriela Onofre, CMO da Acesso Digital.

Veja a Série Transições completa abaixo:

“Informalidade é libertadora”
Laura Barros, CMO da Wine, fala sobre a importância do ambiente informal das startups e o contexto de trabalho em negócios escaláveis

“Profissionais de marketing, foquem no problema”
Gabriela Onofre, CMO da Acesso Digital, fala sobre a importância da tomada de decisão baseada na resolução das dores do consumidor

“Experimentar é a base da inovação”
Leandro Ribeiro, cofundador da martech Match, fala sobre a importância do intraempreendedorismo

“Inovação é sobre cultura e mindset”
Stephanie Peart, criadora da insurtech Komus, fala como levar os conceitos de marca e marketing para um ambiente regulado

“Cultura de compartilhamento fortalece a inovação”
Renato Dias, CEO do Taqe, ressalta a importância do entendimento da estrutura de grandes empresas para o dia a dia das startups

“O publicitário vai muito além da propaganda”
Gal Barradas, fundadora da Gal Barradas Brand&Venture, fala da construção de marcas por meio do propósito

“Inovação deve estar no dia a dia de todos”
André Foresti, fundador da Troublemakers, comenta o papel da mentalidade ágil na resolução de problemas

A tecnologia exigirá maior proposta de valor do marketing
Alexandra Mendonça, chief revenue officer da Winclap e ex-Mercado Livre, analisa os desafios das martechs

Os desafios de não transformar inovação em commodity
Daniel Chalfon, sócio da Astella Investimentos, fala sobre o equilíbrio entre conhecimento e suporte a novos empreendedores

Os aprendizados de uma marca community-driven
Jéssica Gomes, ex-Mutato e creative content da startup Sallve, comenta a responsabilidade na desconstrução de estereótipos

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Inovação

  • Carreira

  • marketing

  • criatividade

  • Publicidade

  • Negócios

  • Startups

  • série transições

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”