Empresas ampliam home office até o fim do ano

Buscar

Marketing

Publicidade

Empresas ampliam home office até o fim do ano

Coca-Cola, XP, Nubank e Twitter descartam necessidade de presença física no escritório mesmo com enfraquecimento da pandemia


20 de maio de 2020 - 13h44

Empresas adotam trabalho remoto até o fim de 2020 (crédito: pexels)

No último mês, conforme a pandemia avança no Brasil, diversas companhias anunciaram que manterão suas equipes em regime de home office até meados do segundo semestre ou voltarão apenas em 2021, mesmo que a taxa de contágio esteja controlada no País.

A XP, por exemplo, anunciou que todos seus colaboradores no mundo irão trabalhar de maneira remota até dezembro deste ano. Ao todo, são 2,7 mil funcionários divididos em escritórios em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Miami, nos Estados Unidos.

Segundo reportagem da Infomoney, a empresa estuda, inclusive, adotar o trabalho remoto de forma permanente, mantendo seus escritórios apenas como ponto de apoio para demandas específicas dos empregados.

Outra empresa do setor financeiro anunciou medida similar recentemente. O Nubank implementou o trabalho remoto em seus escritórios desde março e, recentemente, avisou seus funcionários que a modalidade continuaria até o fim de 2020. A empresa possui escritórios em São Paulo, Berlim, Buenos Aires e Cidade do México.

Marcas internacionais com operações no Brasil também têm adotado medidas do gênero. A Coca-Cola, por exemplo, ampliou a opção de seus funcionários ao trabalho remoto até o início de 2021. As engarrafadoras da bebida, por outro lado, são considerados serviços essenciais e mantêm atividades normais, com medidas reforçadas de higiene.

Globalmente, diversas companhias seguem a mesma toada. No início do mês, o CEO do Twitter, Jack Dorsay, afirmou que os funcionários que quisessem poderiam permanecer em casa mesmo após o fim do isolamento social. O executivo ainda aumentou em US$ 1 mil o subsídio aos gastos extras que os funcionários tiveram ao transferir seu trabalho para casa.

Outras duas das maiores empresas digitais do  mundo – Facebook e Google – anunciaram também que adotariam um modelo de trabalho remoto até o fim do ano. Ambas divulgaram, ainda, que a reabertura facultativa de seus escritórios só deve ocorrer no segundo semestre do ano.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • facebook

  • Twitter

  • Google

  • Coca-Cola

  • Nubank

  • xp

  • Inovação

  • Gestão

  • Empresas

  • Finanças

  • Recursos Humanos

  • Home-office

  • Trabalho remoto