TIM se une a empresas para fomentar carreira de mulheres

Buscar

Marketing

Publicidade

TIM se une a empresas para fomentar carreira de mulheres

Em parceria com companhias como Adidas e Microsoft, operadora apresenta iniciativa para disponibilizar vagas e oferecer capacitação a mulheres

Giovana Oréfice
6 de julho de 2021 - 14h26

Em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, 06, a Tim anunciou o lançamento de um projeto para capacitar e incentivar a participação de mulheres no mercado de trabalho. A iniciativa – viabilizada pela união da operadora com companhias como Accenture, Adidas, Enel, Gelerali, Microsoft, Oracle, Pirelli, Via e Stellantis – irá reunir vagas de trabalho, cursos e programas de mentoria na plataforma Mulheres Positivas, criada pela empresária Fabiana Saad. O objetivo é desenvolver lideranças femininas e atuar em prol da igualdade de gênero – prevista na agenda de diversidade e inclusão das companhias participantes. O projeto tem ainda a participação da consultoria CMI Business Transformation.

 

Aplicativo é oferecido em parceria com o movimento Mulheres Positivas, de Fabiana Saad (Crédito: Divulgação)

Pietro Labriola, CEO da Tim, aponta que a movimentação acompanha a retomada da economia e volta ao trabalho com foco nas mulheres, que foram as mais afetadas pela pandemia. Inicialmente, os serviços serão oferecidos de forma gratuita às clientes da operadora e poderá ser utilizada sem o consumo de dados. “Construímos tudo em dois meses. É uma coisa muito concreta em um momento em que o nosso País e as mulheres precisam de algo concreto”, aponta Labriola. O CEO reforça ainda que a ação é aberta para que outras empresas participem, inclusive outras operadoras de telefonia móvel. 

Embaixadora da marca, a cantora Iza esteve presente na coletiva de imprensa e endossou a participação feminina na sociedade e a necessidade de empresas serem ativas na contribuição e transformação do cenário atual. “Nós mulheres somos a base de muitos lares no País e no mundo inteiro, e infelizmente, hoje em dia ainda existe uma discussão, por exemplo, sobre trabalho doméstico que, infelizmente, impede muitas mulheres de ingressarem ao mercado de trabalho, por conta de todas as questões sociais. E também existe essa desigualdade que ficou bem mais escancarada com a pandemia”, declara. A artista fez parte da campanha de lançamento do movimento, e também estará presente em ações de comunicação e divulgação da iniciativa da TIM. 

Iza e Pietro Labriola, CEO da TIM, durante coletiva de imprensa (Crédito: Divulgação)

Serão adicionados na plataforma cursos que abraçam temáticas como carreira, negócio, tecnologias, equidade de gênero e inovação, com conteúdos desenvolvidos pelas empresas participantes. “O movimento Mulheres Positivas tem como objetivo o desenvolvimento pessoal e profissional da mulher e junto com a Tim, temos a oportunidade de fazer algo prático e concreto para transformar positivamente de verdade a vida da mulher brasileira”, aponta Fabiana Saad. 

Além disso, a mentoria Intercompany – destinada à funcionárias – terá início no final de julho e duração de seis a oito meses. Segundo Maristella Iannuzzi, líder da CMI Business Transformation, um dos objetivos é dar visibilidade às mulheres executivas dentro do mundo corporativo, uma vez que ainda existem muitos homens em cadeiras de liderança. “Quando nós colocamos mulheres num programa de mentoria, onde elas também são mentoradas por homens, elas vão aprender e se expor”, diz. “Essa visibilidade também é muito positiva. Elas acabam fazendo uma troca muito grande em que os próprios líderes vão também absorver novos conhecimentos”, explica Iannuzzi. 

Maria Antonieta Russo é vice-presidente de recursos humanos da Tim e afirma que o conteúdo estará disponível para os clientes operadora de forma gratuita até o final de dezembro deste ano e que depois desse período, será cobrado um valor dos usuários. Apesar disso, o CEO Pietro Labriola ressalta que a iniciativa é aberta à entrada de outras empresas e que seu desejo pessoal é de que o serviço continue sendo oferecido sem custos e que explica que tudo dependerá dos resultados. 

**Crédito da imagem no topo: Mubaz Basheer/Pexels

Publicidade

Compartilhe