Contra o coronavírus, Facebook doa anúncios à OMS

Buscar

Mídia

Publicidade

Contra o coronavírus, Facebook doa anúncios à OMS

Além de créditos de publicidade, Facebook também promove informações oficiais sobre o tema, além de excluir conteúdo falso e teorias da conspiração


4 de março de 2020 - 10h44

Principal executivo da plataforma, Mark Zuckerberg afirma que Facebook irá combater desinformação sobre o Covid-19 (Crédito: Reprodução)

Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, afirmou que a rede social disponibilizou à Organização Mundial de Saúde (OMS) a possibilidade de veiculação de anúncios de forma gratuita com o objetivo de divulgar informações sobre o Covid-19. Segundo o executivo da plataforma, outras organizações de saúde regionais estão recebendo milhões de dólares em créditos de anúncios para disseminar as precauções contra o vírus.

Além disso, “estamos focando em ter certeza que todos possam acessar informações críveis e corretas. Se você procurar coronavírus no Facebook, verá um pop-up que te direcionará para a página da Organização Mundial da Saúde ou sua autoridade local de saúde para as últimas informações disponíveis”, afirmou Zuckerberg.

A plataforma irá transferir para o setor público dados anonimizados de seus usuários. Dessa forma, a empresa espera que autoridades compreendam melhor a relação entre mapas de densidade demográfica/mobilidade e a transmissão do vírus.

Agora, com o objetivo de diminuir a disseminação de informações falsas dentro de sua plataforma, o Facebook afirma que está removendo afirmações caluniosas e teorias da conspiração sobre o vírus. Além da remoção, a rede social afirma que também está bloqueando usuários que fizerem anúncios para explorar comercialmente a situação. Um exemplo disso seria a venda de um suposto remédio que iria curar a doença.

Há alguns dias, a empresa informou o cancelamento de sua conferência anual de desenvolvedores, a F8, que estava marcada para os dias 5 e 6 de maio, em San José, na Califórnia (Estados Unidos) por conta das preocupações a respeito da disseminação do coronavírus.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Mark Zuckerberg

  • facebook

  • Organização Mundial da Saúde

  • tecnologia

  • digital

  • Negócios

  • Redes Sociais

  • saude

  • mundo

  • coronavírus

  • covid-19