Netflix fará doações a profissionais do audiovisual

Buscar

Mídia

Publicidade

Netflix fará doações a profissionais do audiovisual

Profissionais brasileiros do setor podem solicitar benefício de R$1045; auxílio foi criado em parceria com o Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (Icab)

Bárbara Sacchitiello
14 de abril de 2020 - 11h16

Irmandade, uma das séries originais da plataforma feitas no Brasil; fundo pretende auxiliar profissionais do setor audiovisual no País (Crédito: Divulgação/Netflix)

No dia 20 de março, a Netflix anunciou que faria uma doação de US$ 100 milhões para apoiar a comunidade criativa global, que está enfrentando uma situação muito difícil por conta da paralisação das atividades imposta pela pandemia do novo coronavírus. A proposta da Netflix era auxiliar profissionais de toda a cadeia do audiovisual (roteiristas, câmeras, diretores, profissionais de iluminação, técnicos e outros) a atravessar esse momento de interrupção na produção.

Nesta terça-feira, 14, a plataforma de streaming anunciou como o Brasil entrará nesse projeto de apoio emergencial. Junto ao Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (Icab), a Netflix fez uma doação de R$ 5 milhões para um fundo que visa auxiliar, diretamente, cinco mil profissionais (contratados ou freelancers) do setor.

Na prática, produtores, assistentes, coordenadores, técnicos e operadores de diferentes departamentos de produção audiovisual poderão solicitar junto a esse fundo um benefício de R$ 1.045, correspondente ao salário mínimo, que será pago em parcela única. A assistência visa auxiliar principalmente profissionais que recebem, geralmente, por semana, e não possuem contratos profissionais fixos.

O Icab foi idealizado e apoiado pela Bravi com a proposta de capacitar e melhor a empregabilidade de profissionais do audiovisual. Em nota, o diretor-executivo do Instituto, Mauro Garcia, diz que a entidade está feliz com a parceria com a Netflix e aproveita para convocar outros membros da indústria do audiovisual a contribuir e aumentar os recursos que visam apoiar os trabalhadores da área de produção do País.

“A comunidade criativa brasileira sempre recebeu muito bem a Netflix e agora queremos fazer nossa parte para ajudar quem precisa de apoio nesse momento sem precedentes que vivemos”, disse, também em nota, o vice-presidente de produções originais para América Latina da Netflix, Francisco Ramos.

Os profissionais do audiovisual interessados no auxílio emergencial podem fazer sua inscrição na página do Icab, submetendo-a à avaliação de um comitê composto por membros do Instituto, da Bravi e da Netflix.

Publicidade

Compartilhe