SBT prepara plataforma digital de compra de mídia

Buscar

Mídia

Publicidade

SBT prepara plataforma digital de compra de mídia

Proposta do SBT Ads, que deve ser lançado em julho, será facilitar o acesso de pequenos e médios anunciantes e agências à TV e suas plataformas digitais

Bárbara Sacchitiello
4 de junho de 2020 - 6h00

Fred Müller, diretor de negócios e marketing do SBT (Crédito: Divulgação)

O SBT está na fase final da preparação de uma plataforma digital que permitirá aos anunciantes e agências fazerem consultas e avaliação de preços e comprarem espaços publicitários para veicular suas campanhas na TV (em rede nacional e nas emissoras afiliadas) e também nas plataformas digitais da emissora.

“O foco do SBT Ads será atender pequenos e médios anunciantes e agências de modo self-service, em que a consulta, avaliação e compra de mídia seja feita dentro da plataforma, tanto para a TV quanto para os meios digitais”, contou Fred Müller, diretor de negócios e marketing do SBT, em sua participação no Conectando o Mercado, série diária de lives do Meio & Mensagem com profissionais da indústria da comunicação.

Nesta semana, a Globo também começou a apresentar ao mercado uma plataforma de soluções comerciais direcionadas ao pequeno e médio empresário. Com o nome de SIM, o projeto estreou em versão beta e, por enquanto, está voltado à TV aberta, mas também deve abrigar as plataformas digitais da Globo. Inicialmente, as afiliadas da Globo RPC Paraná, nas cidades de Guarapuava e Ponta Grossa; TV Tem, nas praças de Itapetininga e São José do Rio Preto, e a TV Gazeta Norte, na cidade de Linhares, foram escolhidas para a implementação beta do projeto SIM.

Diferentemente do projeto da Globo, o SBT Ads não contemplará a produção de campanhas na plataforma. “Não teremos nada atrelado à produção por entendermos que a criatividade acaba sendo um diferencial e que é preciso ter o apoio de uma agência para a realização das campanhas”, disse Müller. Já na plataforma da Globo existe a opção de o anunciante construir diretamente os vídeos e mensagens de sua campanha, podendo contar, também, com apoio de agências.

O executivo do SBT não deu mais detalhes sobre a plataforma, mas adiantou que o projeto faz parte de uma reestruturação da divisão de negócios que a emissora projetou com sua contratação, em outubro de 2019 e que o SBT vem criando outras soluções para atender aos anunciantes em diversas plataformas.

Publicidade

Compartilhe