AO VIVO

SAP NOW CX

José Vinagre e Bruno Nardon falam sobre o novo cenário digital, no evento SAP Now CX, a partir das 14:30

Em upfront, Globo apresenta projetos e conteúdos de 2021

Buscar

Mídia

Publicidade

Em upfront, Globo apresenta projetos e conteúdos de 2021

Grupo apresentou os principais projetos de conteúdo para o próximo ano destacando as opções mais flexíveis e personalizadas aos anunciantes

Bárbara Sacchitiello
23 de outubro de 2020 - 12h26

Diretora da comercial da Globo, Manzar Feres apresentou upfront, destacando as soluções para todas as marcas do grupo (Crédito: Reprodução)

Em um upfront realizado de forma virtual nesta sexta-feira, 23, direcionado a profissionais de agências e anunciantes, a Globo apresentou os principais produtos comerciais de sua grade para 2021, já sob o conceito “Uma Só Globo”, que engloba a operação da TV aberta, canais pagos, Globoplay, plataformas digitais e redes sociais.

De forma geral, os executivos da Globo procuraram apresentar as oportunidades comerciais destacando que o grupo está aberto a anunciantes de diferentes portes e verbas de investimento e que todos os projetos de conteúdo terão sua entrega contemplando todas as janelas da Globo, na TV aberta, TV paga e digital.

Não foram divulgados valores dos planos comerciais, mas a emissora deixou claro que seu modelo tradicional, de uma quantidade fechada de cotas por um preço de tabela, dará lugar a um plano de negócios formado por múltiplas opções de inserções, com diferentes custos e que contempla diversas formas de inserção das marcas em meio ao conteúdo.

Pacotes especiais de Mídia
Uma das principais novidades do comercial da Globo foi o anúncio do lançamento de pacotes comerciais não-atrelados a um programa ou projeto específico. Segundo Manzar Feres, diretora comercial, essa solução comercial visa atender aos anunciantes que não definiram seu planejamento de mídia, mas que querem estar presente na Globo ao longo do ano. “Esses pacotes podem ser utilizados quando e como os anunciantes quiserem, inclusive nos novos formatos comerciais que lançamos neste ano e nos que ainda iremos formar no ano que vem”, declarou Manzar.

Principais produtos comerciais
Ao longo da apresentação, a Globo detalhou os projetos de seus principais produtos comerciais para o próximo ano. Veja as informações sobre alguns deles:

Futebol
Classificado como o maior território da casa (e mais valorizado produto do mercado publicitário brasileiro), o futebol da Globo também ganhará uma nova dinâmica comercial em 2021. Relatando a necessidade de atender a maior demanda dos patrocinadores por flexibilidade (que, de acordo com apurações da reportagem de Meio & Mensagem ao longo do ano, foi algo que ficou evidenciado durante a pandemia da Covid-19), a Globo oferece ao mercado um pacote comercial modular, dividido em três partes: Futebol Nacional Globo (que envolve as transmissões dos campeonatos estaduais e nacionais na TV aberta); Futebol Nacional SporTV e Premiere (com as mesmas transmissões nacionais nos canais pagos e no serviço de pay-per-view) e Eliminatórias da Copa (que envolve as transmissões dos jogos da seleção brasileira na disputa de uma vaga para os Jogos do Catar, em 2022).

Segundo a Globo, cada patrocinador poderá adquirir esses três pilares, em conjunto, ou cada um deles, isoladamente, de acordo com suas verbas e intenções de investimento. Outro ponto que a Globo destacou é que, embora o futebol seja um pacote, cada marca poderá ter uma entrega comercial diferente, personalizada de acordo com seus objetivos de marketing.

Além disso, a emissora declarou que irá continuar explorando o que chama de “ativos do futebol”, como Central do Apito, Craque do Jogo e Torcida Virtual, que podem ser patrocinados de forma flexível.

Em todos os casos, a emissora destaca que a entrega comercial do futebol transpõe o momento da partida e envolve toda a grade da casa, com destaque na cobertura jornalística esportiva, chamadas ao longo da programação e outras inserções do futebol ao longo da grade.

É importante considerar que, em 2020, a Globo perdeu um ativo importante do futebol: a Libertadores da América, pro conta da não-renovação de contrato com a Conmebol. Em relação às Eliminatórias, a emissora adquiriu, por enquanto, os direitos de transmissão dos jogos realizados no Brasil. As partidas disputadas em outros países da América do Sul não fazem parte do conjunto de direitos da Globo.

Big Brother Brasil
Embalada na boa audiência e grande repercussão do BBB 20, a Globo irá repetir a fórmula deste ano, com a seleção de pessoas comuns (Pipoca) e influenciadores (Camarote) para participarem do reality. A edição de 2021 do BBB será a mais longa da história do reality no País, com 100 episódios.

Do ponto de vista comercial, a emissora preparou um pacote de patrocínio com diferentes tipos (e custos) de inserções e ofertará, aos anunciantes, novos serviços, como análises de inteligência para medir a efetivação das ações e novas possibilidades de inserção nos intervalos. Segundo Boninho e Tiago Leifert, diretor-geral e apresentador do BBB, respectivamente, a ideia é inserir as marcas de forma ainda mais orgânica.“Fazemos um trabalho a oito mãos, que envolvem nossa produção, a área comercial, o anunciante e agência, para que a marca faça parte da história que está sendo contada na casa”, disse Boninho. A Globo declarou, ainda, que a edição de 2020 contou com a participação de 23 marcas, que realizaram mais de 90 ações de merchandising.

Olimpíada 2021
O planejamento feito para a cobertura deste ano vale para 2021, com a adesão dos protocolos de segurança demandados pela pandemia da Covid-19. A Globo ainda não sabe quantos profissionais irão enviar para Tóquio, mas promete uma ampla cobertura que envolve TV Aberta, SporTV (com 4 canais lineares e 45 canais no SporTV Play), além das cobertura do GE (Globo Esporte) e redes sociais. No plano comercial, a emissora antecipa que oferecerá dois formatos inéditos, de inserção de marcas dentro das transmissões das competições.

Novelas
Um dos principais produtos da grade da Globo, as novelas também foram apresentadas como um território de oportunidades para inserções comerciais. A proposta da Globo é ampliar a inserção de marcas no contexto da trama (ações de merchandising e branded content) e explorar mais a possibilidade de levar às marcas a outros meios, com a participação nas redes sociais das novelas e personagens (como aconteceu com o case de Vivi Guedes, personagem de Paolla Oliveira na trama A Dona do Pedaço).

Segundo o diretor de dramaturgia da casa, Silvio de Abreu, a Globo tem planejado o cronograma das novelas até 2024. “Antecedência e planejamento são fundamentais não apenas para a produção e atores, mas também para que a área comercial possa começar a apresentar os projetos aos anunciantes e criar soluções”, declarou.

Para 2021, a Globo anunciou algumas tramas que já estavam previstas, destacando Nos Tempos do Imperador, que entrará no ar na faixa das 18h; o retorno de Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder, interrompidas pela pandemia; e o remake de Pantanal, novela de sucesso da TV Manchete, em 1990.

The Voice
Como destaque para o reality musical, a Globo deu mais detalhes sobre a edição que contará com participantes com mais de 60 anos. A ideia, segundo Boninho, nasceu da conversa entre a área comercial da Globo e uma agência de publicidade, e foi bem recebida pela produção. O plano comercial envolve a inserção das marcas de diferentes formas no conteúdo na atração na TV aberta e plataformas digitais. Boninho ainda revelou alguns dos jurados do reality: Mumuzinho, Emicida e Claudia Leitte.

Publicidade

Compartilhe