Omelete se reposiciona e fortalece produção de conteúdo

Buscar

Mídia

Publicidade

Omelete se reposiciona e fortalece produção de conteúdo

Com nova identidade visual, companhia apresenta novos estúdios, cenários e uma grade de programação reformulada

Amanda Schnaider
26 de novembro de 2021 - 10h00

Considerado um dos maiores produtores de conteúdo de cultura pop do Brasil, o Omelete apresenta um novo posicionamento e nova linha editorial, com foco no encontro de todos os tipos de nerds, visando quebrar limites e paradigmas. Junto ao novo posicionamento, vem uma nova identidade visual, novos estúdios, cenários e uma grade de programação reformulada.

Renato Fabri, Fábio Reais, Otávio Juliato “Bruxo”, Letícia Monteiro, Pierre Mantovani e Roberto Fabri nos novos estúdios do Omelete (crédito: divulgação)

Para apresentar o novo Omelete, a companhia irá lançar uma live nesta sexta-feira, 26, em seu canal no YouTube. Para chamar o público para a novidade,  o Omelete soltou um vídeo teaser com os apresentadores e produtores de conteúdo Marcelo Forlani, Marcelo Hessel, Carol Costa, Affonso Solano, Alê Garcia, Moo e Jack parodiando a série mais assistida da Netflix, Round 6. Veja abaixo:

Segundo Roberto Fabri, chief content officer e diretor de eSports no Omelete, a companhia, durante seus 21 anos de existência, cresceu muito na parte de experiências físicas, com CCXP e Game XP, mas a chegada da pandemia “chacoalhou” essa realidade, mostrando que a comunicação nos 365 dias do ano também é muito importante. “Queremos trazer a inovação como uma parte da nossa verdade, e a inovação não só em formatos, mas elevando o nível de qualidade de conteúdo e profundidade em tudo que produzimos”, comenta, reforçando que é a hora do Omelete voltar a fazer o que fazia há anos, só que de um jeito novo, para se reconectar com a nova comunidade. “Temos que nos reinventar sem perder a nossa verdade”, complementa.

O Omelete está reestruturando todos os seus canais no YouTube e lançando novos programas, o Hessels’ Kitchen e o Omelete Talks. No primeiro, que tem estreia marcada para a próxima terça-feira, 30, e patrocínio da Sadia, o apresentador Marcelo Hessel receberá, em uma cozinha real, convidados para falar de assuntos diversos, em uma espécie de talk-show.  “Um programa no qual vamos mostrar um ponto de vista nerd sobre o mundo”, ressalta Fabri. O Omelete Talks será baseado em uma mesa de discussão sobre um produto cultural. Na primeira temporada, o escolhido foi a série animada Arcane produzida pela Riot Games. Os primeiros episódios já estão disponíveis no YouTube.

Além disso, o  diário de notícias Omelete Hyperdrive irá ganhar seu canal próprio, com vídeos diários, e estreia prevista para o próximo dia 13. O Bentô Omelete, programa focado em animes, também ganhará um novo canal, com  mais conteúdo sobre o universo. Com estreia no próximo ano, ele será comandado por Moo e Jack, ex-bunka pop. “A longo prazo, queremos voltar a ser essa referência de qualidade e profundidade de conteúdo. Mas dessa vez, ao contrário das outras vezes, queremos trazer a comunidade muito para dentro, que é o que estamos fazendo em todos os novos conteúdos, ou seja, é um conteúdo para a comunidade, com a comunidade”, reforça o CCO.

Junto à reestruturação da grade de programas, o Omelete irá apresentar uma nova identidade visual, criada pelo seu time interno. “Na identidade visual, vamos tentar trazer essa coisa que parece menos sofisticada, mas é muito mais divertida do que tínhamos antes”, afirma o executivo, enfatizando que a nova identidade remeterá ao antigo, mas com uma linguagem moderna. 

Inspirados no cenário de séries em formato sitcom, os novos estúdios terão 400 metros quadrados e serão equipados com aparelhos 4K, novas câmeras e microfones. Fabri ainda antecipa que serão vários ambientes em uma só ‘casa’, contando com um telão e muita acessibilidade e sustentabilidade embarcadas. “Os estúdios vêm muito para isso, para deixarmos nossa relação de produção de conteúdo ainda mais forte”.

Eventos

A Comic Con Experience (CCXP) de 2019 foi o maior ano do evento, ano no qual o Omelete levou mais de 300 mil pessoas ao Pavilhão do São Paulo Expo, porém a edição de 2020, que foi somente online por conta da pandemia da Covid-19, teve 30 milhões de views. Fabri revela que esse dado mostra a importância do digital para a companhia.

O executivo ainda ressalta que a edição deste ano da CCXP, que acontece nos dias 4 e 5 dezembro e que também será digital, tem a previsão de crescer 20%. De acordo com o CCO, a ideia é que os eventos da casa voltem ao seu formato presencial ainda no ano que vem. “Vamos lançar novas propriedades de eventos, só que nunca podemos deixar de ter o digital muito forte, que é o que nos diferenciou até aqui”.

Como parte do reposicionamento, a holding Omelete Company ainda apresenta Jorge Corrêa como editor-chefe do site Omelete; Rodrigo Guerra, como editor-chefe do The Enemy, além da criação de uma área de publishing, liderada por Melissa Caetano. “O nosso objetivo com todo esse reposicionamento é nos conectarmos com a nossa verdade, com a comunidade, mas, sim, estarmos preparados para os próximos 21 anos”. 

**Crédito da imagem no topo: Divulgação

Publicidade

Compartilhe