Globo cria premiação para projetos educacionais

Buscar
Publicidade

Mídia

Globo cria premiação para projetos educacionais

Movimento LED busca jogar luz em inovações que fazem a diferença na educação e distribuirá um prêmio de R$ 1,5 milhão


16 de dezembro de 2021 - 17h11

 

Apresentação do projeto aconteceu no Museu da Língua Portuguesa, nesta segunda-feira (Crédito: Maurício Fidalgo / Globo)

Como parte dos seus esforços de incentivo a educação, Globo e Fundação Roberto Marinho anunciaram na segunda-feira, 13, a criação do Movimento LED, que tem como intuito reconhecer e premiar as melhores iniciativas que promovem inovação no setor educacional. A intenção da empresa é jogar luz nesses projetos, já que esse é um dos pilares da emissora.

Além da premiação, o projeto contempla ações como um festival e uma plataforma de relacionamento permanente com os interessados pelo tema. As empresas também disponibilizarão uma premiação que chega a R$ 1,5 milhão dividida entre seis ganhadores em três categorias: Educação Básica, Educação Profissional/Técnica e Educação Não formal (R$ 1,2 milhão) e um desafio, que será lançado em 2022 (R$ 300 mil).

Para a construção do Movimento LED, a Globo e a Fundação Roberto Marinho contaram com o apoio da Ponte a Ponte, empresa especializada em desenvolvimento de editais de impacto social, e com um conselho consultivo formado pelas organizações UNESCO, Unicef, Todos pela Educação, Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB), Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS), Vale do Dendê e Porto Digital, além de apoio institucional do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Os interessados em participar podem se inscrever no site movimentoled.com.br, a partir do dia 3 de janeiro, até 7 de fevereiro.

Publicidade

Compartilhe

Veja também