CNN Brasil fechou 2021 com 250 anunciantes

Buscar
Publicidade

Mídia

CNN Brasil fechou 2021 com 250 anunciantes

Canal de notícias, que passou por mudanças nas lideranças de operação e comercial no ano passado, ampliou em 76% seu faturamento

Bárbara Sacchitiello
24 de janeiro de 2022 - 6h03

(Crédito: Reprodução/YouTube)

Em seu primeiro ano completo de operação no País (o canal de notícias estreou em março de 2020), a CNN Brasil veiculou em seus intervalos comerciais e espaços publicitários mensagens de 250 anunciantes.

O número, referente ao ano de 2021, representa um incremento de 45% na quantidade de anunciantes parceiros na comparação com o ano anterior. Em 2020, de março a dezembro, o canal de notícias veiculou comerciais e ações de 172 anunciantes diferentes.

O canal não abre detalhes dos valores que essas marcas movimentaram ao longo de 2021, mas revela que o faturamento ao longo do ao passado foi 76% superior ao registrado pelo canal em 2020.

Ano de mudanças
Assim que completou um ano de presença no Brasil, em março do ano passado, a CNN entrou em uma fase de importantes mudanças no País. Douglas Tavolaro, sócio e responsável por trazer a marca de notícias estadunidense ao Brasil, saiu do negócio. O empresário Rubens Menin, proprietário da MRV e de outras empresas, assumiu totalmente o controle do veículo e escolheu a jornalista Renata Afonso para o cargo de CEO da operação.

Em agosto foi a vez de Marcus Vinicius Chisco, vice-presidente comercial da CNN Brasil, deixar a emissora. Em seu lugar, para liderar a área, foi contratado Mauricio Kotait, que por anos tinha liderado a operação da Viacom no Brasil.
renata
Também no ano passado, o canal de notícias colocou no ar o projeto da CNN Soft, marca destinada a abarcar o conteúdo de fora do hard news, com espaço para pautas e assuntos de comportamento, entretenimento e outras temas. O canal também ampliou a cobertura do agronegócio, uma das demandas trazidas por Renata Afonso, que, em participação no podcast Women to Watch, de Meio & Mensagem, no ano passado, falou sobre a intenção de ampliar a cobertura do canal. Em 2021, o veículo também retomou o projeto da CNN Eventos, pilar de experiências que havia sido apresentado em 2020, mas que foi interrompido, na época, pelo avanço da pandemia de Covid-19.

De acordo com o canal, em março, deve estrear um programa sobre empreendedorismo, sob o comando de Stephanie Fleury, fundadora da startup DinDin. A CNN Brasil também prepara uma cobertura especial para  as Eleições 2022, tema que já começa a ser trabalhado na grade de programação neste mês de janeiro.

Publicidade

Compartilhe

Veja também