Carnaval fora de época renderá mais de R$ 250 milhões à Globo

Buscar
Publicidade

Mídia

Carnaval fora de época renderá mais de R$ 250 milhões à Globo

Emissora oferece 6 cotas de patrocínio para os desfiles do Rio e de São Paulo, que serão realizados nos dias 22 e 23 de abril

Bárbara Sacchitiello
8 de março de 2022 - 7h56

Desfile da Unidos do Viradouro, campeã do grupo especial do Rio de Janeiro no Carnaval 2020 (Crédito: Reprodução/Facebook.com/UnidosdoViradouro)

Por mais um ano, a pandemia de Covid-19 afetou os planos do Carnaval brasileiro. A nova onda de Covid-19, que elevou o número de infectados no início de 2022, fez com que os planos de retorno à normalidade fossem postergados. As maiores cidades brasileiras acabaram cancelando as festas e os desfiles dos blocos de rua e as escolas de samba do Rio de Janeiro e de São Paulo adiaram um pouco sua entrada na avenida.

As prefeituras das duas cidades decidiram postergar os desfiles das escolas de samba para o abril, o que acabou criando uma situação inusitada. As escolas do Rio e de São Paulo desfilarão nos mesmos dias – 22 e 23 de abril.
A Globo, que é detentora dos direitos de transmissão dos desfiles, teve de readequar seus planos comerciais.

Geralmente, o pacote de Carnaval comercializado pela emissora contempla a exibição de quatro dias de desfiles (dois em cada capital). Agora, com as festas no Anhembi e na Sapucaí acontecendo nas mesmas noites, a Globo optou por exibir as escolas paulistas apenas no estado de São Paulo, enquanto o restante do País irá acompanhar, ao vivo, o desfile do grupo especial do Rio de Janeiro. No Globoplay, serão exibidos os desfiles das duas capitais.

A emissora começou a apresentar o plano comercial para o Carnaval 2022 às agências de publicidade nesta semana. Pelo documento, a que a reportagem de Meio & Mensagem teve acesso, a Globo está oferecendo seis cotas de patrocínio para a folia, no valor de R$ 42.269 milhões cada. Este preço não contempla os descontos geralmente concedidos no mercado publicitário.

A transmissão do Carnaval, portanto, pode render à Globo mais de R$ 253 milhões apenas com a negociação das cotas de patrocínio. Além da presença das marcas nos desfiles, o pacote comercial contempla uma entrega de mídia que envolve outras atrações da grade de programação da Globo, como inserções nos programas Mais Você e Encontro e até mesmo a veiculação de comerciais dos patrocinadores no intervalo do BBB 22 – que, em abril, estará na reta final.

O pacote comercial também envolve a inédita transmissão do Desfile das Campeãs feita pelo Multishow, que também irá destacar o desfile da escola de samba São Clemente, do Rio de Janeiro, cujo enredo homenageará o humorista Paulo Gustavo, que morreu no ano passado, em decorrência da Covid-19.

A Globo dá como prazo até 31 de março para os anunciantes interessados negociarem sua participação nas transmissões. Em 2020, o último ano em que aconteceram os desfiles das escolas de samba, foram patrocinadores do Carnaval da Globo a Crefisa, Dorflex, Extra, Unilever (Seda) e Vigor.

Publicidade

Compartilhe

Veja também