Consumidores trocam de marca por promoção

Buscar

Consumidores trocam de marca por promoção

Buscar
Publicidade

Marketing

Consumidores trocam de marca por promoção

Percentual chega a 87% no universo de pessoas que conversam com promotoras


3 de janeiro de 2017 - 8h01

Com o objetivo de entender melhor o comportamento dos consumidores nos supermercados em tempos de crise, a Agência 96, especializada em live marketing, desenvolveu a pesquisa “Shopper, Supermercado e Promoção: um ecossistema essencial para marcas durante a crise”. Segundo o levantamento, 43% dos consumidores admitem que falam com promotoras de vendas. Desse total, 54% são mulheres e 87% afirmam que trocam de marca para participar de uma promoção — na média, esse índice é de 74%.

Segundo Pérola Freeman, sócia e diretora da Agência 96, o consumidor brasileiro vem diminuindo o tíquete médio e aumentando a frequência de suas compras de supermercado como forma de driblar a crise. “Se o PDV é visitado mais vezes, seu potencial de comunicação e influência também é maior. Por outro lado, vimos na pesquisa que o planejamento de compras existe, mas nem sempre é seguido. Ou seja, ainda há espaço para muita decisão de compra no PDV”, aponta Pérola.

A pesquisa também mostra que o shopper toma atitudes diferentes motivados por uma promoção, como experimentar outra marca ou um produto que não conhece, e até mesmo levar uma quantidade maior do que consome para concorrer a um prêmio. “Se a campanha promocional for bem planejada, com tom, mecânica e prêmios adequados à marca e ao momento do consumidor, essa atenção será revertida em conhecimento, experimentação, compra. Especialmente no cenário econômico atual, promoção é o conteúdo ideal para as marcas se comunicarem no PDV”, diz.

O estudo mostra ainda que 86% dos consumidores preparam lista de compras (50% algumas vezes e 36% sempre), mas apenas 7% a seguem estritamente. Os consumidores de renda mais alta são os que mais cumprem à risca o planejamento prévio: 11%. O comportamento de compra também varia de acordo com a companhia. Homens sozinhos são menos organizados no planejamento, mas tendem a ser mais fieis à lista de compras: 52% costumam levá-la e, quando o fazem, 85% seguem grande parte do pré-estabelecido. Já as mulheres planejam mais, mas são menos fieis: 73% afirmam levar lista, enquanto 64% seguem o que está escrito.

O levantamento ouviu 819 consumidores de todo o País por meio da plataforma de pesquisa mobile Bonusquest no período de 17 a 25 de julho. O estudo sobre promoções ativas e abordagem com 126 consumidores em super e hipermercados de São Paulo ocorreu de 24 a 28 de setembro. A pesquisa foi concluída em dezembro de 2016.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Spaten planeja segunda edição do Fight Night para 2025

    Spaten planeja segunda edição do Fight Night para 2025

    Evento, que marcou a despedida de Anderson Silva das lutas no Brasil, deve acontecer no próximo ano, com outros atletas e atrações

  • Vivo e Auren criam joint-venture no setor de energia

    Vivo e Auren criam joint-venture no setor de energia

    GUD Energia oferecerá, nessa primeira fase, serviços e consultoria à indústrias, comércios e empresas de serviços