Consumidores trocam de marca por promoção

Buscar

Consumidores trocam de marca por promoção

Buscar
Publicidade

Marketing

Consumidores trocam de marca por promoção

Percentual chega a 87% no universo de pessoas que conversam com promotoras


3 de janeiro de 2017 - 8h01

Com o objetivo de entender melhor o comportamento dos consumidores nos supermercados em tempos de crise, a Agência 96, especializada em live marketing, desenvolveu a pesquisa “Shopper, Supermercado e Promoção: um ecossistema essencial para marcas durante a crise”. Segundo o levantamento, 43% dos consumidores admitem que falam com promotoras de vendas. Desse total, 54% são mulheres e 87% afirmam que trocam de marca para participar de uma promoção — na média, esse índice é de 74%.

Segundo Pérola Freeman, sócia e diretora da Agência 96, o consumidor brasileiro vem diminuindo o tíquete médio e aumentando a frequência de suas compras de supermercado como forma de driblar a crise. “Se o PDV é visitado mais vezes, seu potencial de comunicação e influência também é maior. Por outro lado, vimos na pesquisa que o planejamento de compras existe, mas nem sempre é seguido. Ou seja, ainda há espaço para muita decisão de compra no PDV”, aponta Pérola.

A pesquisa também mostra que o shopper toma atitudes diferentes motivados por uma promoção, como experimentar outra marca ou um produto que não conhece, e até mesmo levar uma quantidade maior do que consome para concorrer a um prêmio. “Se a campanha promocional for bem planejada, com tom, mecânica e prêmios adequados à marca e ao momento do consumidor, essa atenção será revertida em conhecimento, experimentação, compra. Especialmente no cenário econômico atual, promoção é o conteúdo ideal para as marcas se comunicarem no PDV”, diz.

O estudo mostra ainda que 86% dos consumidores preparam lista de compras (50% algumas vezes e 36% sempre), mas apenas 7% a seguem estritamente. Os consumidores de renda mais alta são os que mais cumprem à risca o planejamento prévio: 11%. O comportamento de compra também varia de acordo com a companhia. Homens sozinhos são menos organizados no planejamento, mas tendem a ser mais fieis à lista de compras: 52% costumam levá-la e, quando o fazem, 85% seguem grande parte do pré-estabelecido. Já as mulheres planejam mais, mas são menos fieis: 73% afirmam levar lista, enquanto 64% seguem o que está escrito.

O levantamento ouviu 819 consumidores de todo o País por meio da plataforma de pesquisa mobile Bonusquest no período de 17 a 25 de julho. O estudo sobre promoções ativas e abordagem com 126 consumidores em super e hipermercados de São Paulo ocorreu de 24 a 28 de setembro. A pesquisa foi concluída em dezembro de 2016.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Haribo ancora planos de crescimento em pesquisas de mercado

    Haribo ancora planos de crescimento em pesquisas de mercado

    Estudo sobre sabores preferidos dos brasileiros ajudam a fabricante de balas traçar estratégias de lançamentos para ampliar público consumidor

  • Rebeca Andrade vira Barbie em homenagem promovida pela Mattel

    Rebeca Andrade vira Barbie em homenagem promovida pela Mattel

    Além da ginasta brasileira, marca homenageia atletas que são inspiração para as meninas de todo o mundo