Começa venda de Google Glass nos EUA

Buscar
Publicidade

Marketing

Começa venda de Google Glass nos EUA

Desenvolvedores americanos que ganharem promoção poderão pagar US$ 1,5 mil por aparelho e participar de evento experimental no país


20 de fevereiro de 2013 - 1h17

“Ok, glass” – uma frase que iniciou hoje seu caminho rumo à popularidade. Pelo menos no que depender do Google e de seu empenho em desenvolver e divulgar o projeto Google Glass. Por volta das 9h da manhã desta quarta a conta de Twitter @projectglass publicou seu primeiro post convidando todos os seguidores a participarem de uma promoção para adquirir um par dos famosos óculos, por US$ 1,5 mil.

A expressão “ok, glass” é o comando de voz em inglês que permite ao usuário dos óculos ativá-lo sem as mãos. Pode ser acompanhada, por exemplo, do comando “tire uma foto”, ou “grave um vídeo”, ou “como chego à Prefeitura?”, iniciando o GPS. O dispositivo ainda pode se conectar a uma chamada do Hangout, mostrar os compromissos de agenda, traduzir uma palavra ou uma frase e fazer uma busca na internet, tudo por meio da voz, entre uma série de outros recursos.

A campanha anunciada hoje pelo Google incentiva as pessoas – principalmente desenvolvedores – a resumirem de forma criativa como usariam os óculos por meio da hashtag #IfIHadAGlass (“se eu tivesse um óculos”) no Twitter ou no Google+. Somente cidadãos americanos podem participar e têm uma semana para enviar suas ideias. Os ganhadores serão diretamente comunicados pelo Google até março e receberão uma reserva de compra (custa US$ 1,5 mil mais impostos) e um convite para um encontro experimental em Nova York, São Francisco ou Los Angeles.

O produto foi revelado oficialmente em abril do ano passado. Desde então, a equipe do Google e um número restrito de convidados tem usado protótipos como teste em atividades comuns. No início deste mês um evento sigiloso em Nova York e São Francisco realizou uma maratona de desenvolvedores que premiou alguns projetos e esboçou os planos para abertura do projeto a mais interessados.

Além das instruções para participar da promoção, a página oficial do Google Glass já trata o projeto como produto. Há descrições dos diferentes recursos, as cores disponíveis (“carvão”, “tangerina”, “argila”, “algodão” e “céu”, segundo nomenclatura do próprio Google) e um novo vídeo que reproduz a sensação de se usar os óculos, editado a partir da experiência real dos convidados e desenvolvedores.

O Google não informa quando o produto será vendido normalmente, mas algumas publicações especializadas em tecnologia prospectaram que o próximo Natal será a data oficial. Conectividade constante e de qualidade é um requisito mínimo para a utilização do dispositivo, o que aumenta as dúvidas sobre sua viabilidade, pelo menos a curto prazo, em países com problemas de banda larga, como o Brasil. 

wraps

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Pixbet e Flamengo ampliam contrato com valor recorde

    Novo contrato poderá render R$ 470 milhões até o final de 2027, o que representa o maior contrato de patrocínio da história do time

  • L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    L’Oréal Paris leva pautas sobre equidade para Cannes

    Como esforço de marketing para construção de marca, o grupo L'Oréal tem reforçado seu interesse em pautas sobre diversidade, feminismo e gênero