Gol recebe US$ 950 milhões para manutenção das operações

Buscar

Gol recebe US$ 950 milhões para manutenção das operações

Buscar
Publicidade

Marketing

Gol recebe US$ 950 milhões para manutenção das operações

Companhia área, que entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos, recebeu montante para dar continuidade às operações e honrar compromissos e pagamentos


29 de janeiro de 2024 - 19h02

Aviões Gol Linhas Aéreas

(Crédito: Adobe Stock)

Nos Estados Unidos, a Gol Linhas Aéreas Inteligentes recebeu o aval para reestruturação financeira do negócio. Aprovado pelo tribunal de falências de Nova York, o montante corresponde à US$ 950 milhões e permitirá que a empresa continue operando enquanto reformula o negócio. Com isso, a Gol terá acesso imediato à parcela disponibilizada da nova liquidez.

Pelos moldes do processo, a Gol acessa o financiamento pela modalidade “devedor em posse” (DIP) concedido por membros do Grupo Ad Hoc de Boldholders da Abra. Porém, o processo promete ir além, já que a Gol buscará aprovação para acessar o valor integral do financiamento nas audiências que estão por agendadas para próximas semanas.

Com a aprovação, a GOL diz que honrará todos os compromissos com parceiros de negócios e fornecedores de bens e serviços prestados a partir da data de início do processo em 25 de janeiro de 2024, além do pagamento de salários aos colaboradores. A empresa garante, em comunicado, que os clientes poderão continuar usufruindo dos benefícios, como vouchers e programas de fidelidade, além da compra de passagens.

O que dizem os executivos da Gol?

Em comunicado, o CEO da companhia aérea Celso Ferrer diz: “Estamos satisfeitos com o início bem-sucedido da nossa reestruturação financeira legal. A obtenção da autorização do Tribunal dos Estados Unidos para acesso a novos financiamentos permitirá à GOL continuar operando normalmente, conforme prevíamos. O propósito da GOL é ‘Ser a Primeira para Todos’ e iniciamos esse processo não apenas para o benefício da nossa companhia e dos nossos colaboradores. Mas para nos tornarmos uma companhia aérea ainda mais forte para os nossos clientes, fornecedores e todos os nossos parceiros. Avançando com o apoio dos nossos credores, estamos confiantes de que continuaremos a avançar nas nossas estratégias de longo prazo. Incluindo a melhoria da acessibilidade, da experiência de viagem e da escolha do cliente. Agradecemos à nossa talentosa equipe e parceiros, fornecedores e passageiros dedicados por seu apoio contínuo.”

Vale ressaltar que a GOL está trabalhando com Milbank LLP para aconselhamento legal. Enquanto isso, trabalha com a Seabury Securities LLC como consultor de reestruturação, consultor financeiro e banco de investimentos e AlixPartners, LLP como consultor financeiro.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Trabalho: 4 em cada 10 profissionais LGBT+ já sofreram discriminação

    Trabalho: 4 em cada 10 profissionais LGBT+ já sofreram discriminação

    Dado faz parte de levantamento feito para a iO Diversidade pelo Instituto Locomotiva e QuestionPro

  • Os planos da Sadia para cativar os consumidores do futuro

    Os planos da Sadia para cativar os consumidores do futuro

    Marca da BRF investe em música, com Lollapalooza, esporte, com a NBA, e novidades no portfólio para se conectar com o público jovem e a geração Z