Guaraná Antarctica: marcas que apoiam futebol feminino na lata

Buscar

Guaraná Antarctica: marcas que apoiam futebol feminino na lata

Buscar
Publicidade

Marketing

Guaraná Antarctica: marcas que apoiam futebol feminino na lata

Em ação criada pela Soko, a companhia estampará os logos de outras marcas que incentivarem a modalidade em suas latinhas

Fill out the form below to send a message:


28 de outubro de 2020 - 16h10

As novas latinhas começarão a circular em 2021 (crédito: divulgação)

Após se tornar patrocinadora oficial do Campeonato Brasileiro feminino de futebol, incentivando outras marcas a apoiarem a modalidade, o Guaraná Antarctica lançou outra iniciativa neste sentido, criada pela agência Soko. Agora, as marcas que apoiarem o futebol feminino poderão ter seu logos estampados nas latinhas do refrigerante que vão começar a circular em 2021. Para saber como inserir a logomarca é preciso acessar o regulamento no site da companhia. “Sabemos da exposição que as nossas latas têm e acreditamos que essa visibilidade possa nos ajudar a conquistar novos apoiadores para fortalecer o futebol feminino, que recebe muito menos patrocínio de marcas”, comenta Julia Chieppe, marketing de Guaraná Antarctica, em nota.

A ação ainda ajudará o projeto Meninas em Campo, criado em 2016, que oferece treinos de futebol para meninas entre nove e 17 anos. Com treinos que pretendem desenvolver habilidades socioemocionais e uma mentalidade de crescimento por meio do esporte, até hoje o projeto já atendeu mais de 200 atletas, sendo que 20 delas passaram para equipes profissionais. “A parceria com o Guaraná fortalece uma missão que é comum entre nós, de apoiar o desenvolvimento de meninas e mulheres através de uma das paixões que nos move”, afirmou Sandra Santos, coordenadora e coach esportiva do Meninas em Campo.

Com o patrocínio ao Campeonato Brasileiro feminino de futebol e a ação de estampar marcas de outras empresas apoiadoras da modalidade em suas latinhas, o Guaraná dá continuidade ao compromisso com o futebol feminino, que teve como marco o movimento Futebol Feminino é Coisa Nossa, durante a Copa do Mundo Feminina de 2019.

**Crédito da imagem no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Cauã Reymond: “Nunca podemos parar de nos interessar pelo cliente”

    Cauã Reymond: “Nunca podemos parar de nos interessar pelo cliente”

    Ator e produtor divide perspectivas sobre investimentos nos projetos Aceleraí e Biosphere by C. Reymond e relacionamento com marcas

  • Morumbis: os bastidores da parceria entre São Paulo e Mondelez

    Morumbis: os bastidores da parceria entre São Paulo e Mondelez

    Anúncio do naming rights do estádio marca a entrada da empresa no futebol e planos de crescimento em comunicação e produção