Luiza Possi estreia avatar Luz

Buscar
Publicidade

Marketing

Luiza Possi estreia avatar Luz

Depois de Satiko, da Sabrina Sato, e Pink, da Bianca Andrade, cantora apresenta influenciadora virtual em parceria com a Biobots


21 de outubro de 2022 - 13h10

Mais uma artista que entrou para o mundo do metaverso foi a cantora Luiza Possi. Nesta sexta-feira, 21, Luiza lança o seu avatar, criado pela Biobots, empresa especializada na criação e desenvolvimento de produtos digitais. A companhia também criou a Satiko, avatar da Sabrina Sato, e a Pink, da Bianca Andrade.

 

Luiza Possi lança Luz, sua avatar no metaverso

Junto com o lançamento da Luz, Luiza estreia clipe e single com assinatura do rapper Rincon Sapiência (crédito: Divulgação)

A influenciadora digital da cantora, chamada Luz, é apresentada com a estreia de um clipe e um single inéditos nas principais plataformas de streaming. O rapper Rincon Sapiência assina o rap que aparece no single intitulado também Luz, segunda faixa do álbum mais recente de Luiza Possi.

Para a cantora, o metaverso é uma grande promessa de investimento digital no mundo todo, logo uma grande oportunidade. “Achei muito incrível a oportunidade também de começar de novo. De poder criar um novo eu com novas características, que falasse com outro público, que tivesse uma outra idade, que pudesse ser a minha meta”, comenta.

Luz tem desejos genuínos de ter coisas que a cantora já alcançou em sua vida. Ao mesmo tempo, pode viver coisas em outros mundos que a cantora não pode. “Ela é uma continuação de mim. Mas eu podendo escolher quais são os defeitos e qualidades. E, claro, fazer uma compensação dos meus defeitos e qualidades”, explica a artista.

Ricardo Tavares, CEO da Biobots, explica que a parceria com Luiza é um enorme reconhecimento do que a empresa vem desenvolvendo. Cita como exemplo o investimento na tecnologia Motion Capture. Ela proporciona movimentos quase em tempo real, além da diminuição do tempo de desenvolvimento das animações em cerca de três semanas.

Outros avatares de artistas

A criação de avatares de artistas tem se tornado uma prática mais comum nos últimos meses. Uma das primeiras artistas brasileiras a entrar nessa onda foi a apresentadora Sabrina Sato, quando lançou a Satiko, em parceria com a Biobots, em novembro do ano passado.

Poucos meses após seu lançamento, a Satiko já recebeu propostas de trabalhos para marcas e participação em eventos, como o Baile da Vogue no metaverso, que aconteceu em abril deste ano. A influenciadora virtual abriu, ainda, um restaurante de comida japonesa, chamado Peixe ao Cubo, no servidor Cidade Alta, do game GTA.

Outra influenciadora do mundo físico que está reforçando sua presença no digital é a Bianca Andrade, criadora de conteúdo dona da Boca Rosa Company. Em julho, também em parceria com a Biobots, lançou o seu avatar no metaverso. Chamada Pink, a influenciadora virtual foi criada para promover ações e iniciativas de Bianca Andrade e interagir com o público e outras marcas.

Essa relação dos avatares do metaverso com as marcas tem se acentuado. Em entrevista ao Meio & Mensagem, em setembro, Tavares explicou que a Biobots ainda não tinha um departamento comercial ativo, mas que muitas marcas já estavam indo até eles em busca de realizar as ações com essas influenciadoras digitais.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Cade aprova a compra do Playcenter pela Cacau Show

    Cade aprova a compra do Playcenter pela Cacau Show

    Rede de chocolates adquiriu a empresa de entretenimento com o foco de ingressar no setor de experiências

  • Vult entra no segmento de produtos para cabelos

    Vult entra no segmento de produtos para cabelos

    Marca de beleza amplia atuação, colocando no mercado mais de 50 diferentes produtos para contemplar a diversidade brasileira