Big techs firmam acordo com STF contra notícias falsas

Buscar

Big techs firmam acordo com STF contra notícias falsas

Buscar
Publicidade

Mídia

Big techs firmam acordo com STF contra notícias falsas

Google, Kwai, Microsoft, Meta, TikTok e YouTube aderem Programa de Combate à Desinformação


7 de junho de 2024 - 6h00

Nesta quinta-feira, 6, o Supremo Tribunal Federal (STF) anunciou que assinou um acordo com Google, Kwai, Microsoft, Meta, TikTok e YouTube para o Programa de Combate à Desinformação. A iniciativa prevê ações conjuntas para enfrentar a disseminação de notícias falsas e discurso de ódio por meio de ações educativas.

(Crédito: Bloomicon/Adobe Stock)

O programa já tem 110 parceiros. O X, rede social de Elon Musk, não está entre eles. Desde abril, Musk questiona as decisões judiciais do STF. O empresário alega abusos de autoridade brasileira. Musk acusou diretamente o ministro Alexandre de Moraes de estar cerceando a liberdade de expressão dos usuários.

Por outro lado, o SFT afirma que que “qualquer empresa que opere no Brasil está sujeita à Constituição Federal, às leis e às decisões das autoridades brasileiras.”

Segundo o presidente do STF, Luís Roberto Barroso, as plataformas são necessárias para o combate à “pandemia” de notícias falsas. Além disso, ele citou a necessidade de proteger a liberdade de expressão e proteger os usuários de deep fakes, criados por IA.

Publicidade

Compartilhe

Veja também