Omelete quer tornar Unlock marca perene

Buscar

Omelete quer tornar Unlock marca perene

Buscar
Publicidade

Mídia

Omelete quer tornar Unlock marca perene

Omelete estuda expandir edições do evento B2B, assim como fez quando criou o curso Unlock Omelete


4 de outubro de 2022 - 6h00

Durante os anos em que a pandemia da Covid-19 estava mais intensa e o esquema vacinal menos adiantado, o Unlock, evento de negócios da Omelete&Co, não foi realizado. Este ano, a conferência retorna para sua sétima edição entre 29 e 30 de novembro, dois dias antes da realização da CCXP 22, mas a empresa indica a inevitabilidade de expandir edições ao longo do ano e abrir novos caminhos para a presença da marca.

Segundo a Omelete Company, o evento não foi realizado de forma online e remota por se tratar de uma programação para um público menor — até 250 pessoas — e que trás informações muito exclusivas ou fechadas. Assim, em 2020, como alternativa, a empresa lançou o curso Unlock Omelete, cuja proposta é ensinar como aproveitar a economia criativa para tirar projetos do papel. Além disso, a marca realiza visitas em empresas para apresentar insights, como forma de gerar awareness, ou reuniões na sede do Omelete com executivos do mercado.

Head de conteúdo para marcas da Omelete Company e curador do Unlock, Gustavo Giglio afirma que a intenção da empresa sempre foi ter conteúdo perene para o selo de conteúdo B2B e manter um diálogo com o mercado de anunciantes, produtoras, agências distribuidoras e licensiadoras o ano todo. O intuito é tornar o evento Unlock ao final do ano a celebração do conteúdo e pontos de contato estabelecidos durante o ano. “É inevitável que tenhamos mais eventos”, adianta.

Programação do Unlock 2022

Para este ano, Giglio promete o maior Unlock de todos os tempos, alinhado à proposta da CCXP, que também retoma o formato presencial este ano. “Fomos acompanhando as transformações do mercado para entender como voltar de forma mais profunda e interessante”, diz.

A programação de dois dias incluem painéis, entrevistas, palestras, masterclasses e a apresentação dos resultados da edição deste ano da pesquisa Geek Power 2022, realizada pela Omelete Company e que detalha hábitos de consumo do público geek. Já os temas contemplam o estado da indústria do entretenimento pós-pandemia, as guerras dos setramings, experiência do geek com as marcas, a evolução de podcats, vídeos e séries, os dez anos do Porta dos Fundos, mudanças de narrativa, produtos licenciados, diversidade, futuro, compreendendo as novidades relacionadas a metaverso, NFTs, influenciadores e media for equity, e acontecimentos recentes, como o festival Big Festival. Uma parte importante e anual do Unlock são as novidades relacionadas à Omelete Company.

“É bem permanente o que aconteceu no mercado de entretenimento, principalmente em relação a investimento em produção e divulgação. Existe um esforço grande para voltar à realidade. Sentimos isso no trabalho que temos feito para reconstruir a CCXP e trazer os players de volta. Existe muita vontade para isso. O entretenimento e o cinema foram muito afetados e ainda estão se recuperando. Agora os streamings também aceitam publicidade. A impermanência é a única coisa permanência. No Unlock saímos com mais perguntas do que certezas”, explica o executivo.

Entre os formatos, a novidade reside em entrevistas mais curtas e painéis de uma só pessoa discutindo um tema em profundidade. Já estão confirmados nomes como o fundador da Funko, Mike Becker; a jornalista Mari Palma; o diretor Ian SFB; a produtora Rita Moraes; e figuras de produtoras, agências e outros clientes.

Vendas e patrocínios

Em 29 de setembro, os ingressos para a experiência de negócios foi esgotado. Giglio atribui a conquista a uma série de motivos, mas principalmente a programação com grandes nomes do entretenimento e os benefícios que estão inclusos no valor. Sçao eles: a possibilidade de visitar a montagem da CCXP, entrada para a Spoiler Night (visita anterior a abertura oficial da CCXP para participar das experiências e fazer compras), acesso a todos os dias do festival com entrada adiantada em uma hora antes da abertura dos portões e happy hour com networking.

O Unlock conta com cotas de patrocínio e apoio. As marcas podem oferecer paineis, kits, produzir conteúdo e oferecer alguns dos momentos entre paineis, como a pausa para o café, almoço ou happy hour.

Publicidade

Compartilhe

Veja também