Rock in Rio: os patrocinadores de 2017

Buscar

Marketing

Publicidade

Rock in Rio: os patrocinadores de 2017

Próxima Festival já garantiu Itaú, Ipiranga, Rede Globo e Multishow; evento terminou edição histórica no domingo, 27, após 150 apresentações

Teresa Levin
28 de setembro de 2015 - 6h52

A edição comemorativa dos 30 anos do Rock in Rio mal acabou e o evento já anunciou os patrocinadores confirmados para o evento em 2017. O Itaú será mais uma vez o patrocinador master e Ipiranga, Rede Globo e Multishow também garantiram a presença na próxima edição nacional do evento. Além do Festival que acontecerá daqui a dois anos, um em 2019 também já está garantido.

"Nos consolidamos como um espaço de alegria e como uma megaplataforma de relacionamento com o consumidor, gerando oportunidades de negócios e exposição de marcas. Os patrocinadores são essenciais para viabilizar o Rock in Rio na qualidade de entrega de infraestrutura e de serviços, da grande variedade de atrações e do line-up com tantas estrelas de peso nacional e internacional por causa do investimento das marcas que, no evento, se materializam não como vendedoras de produtos, mas como entretenimento, enriquecendo a experiência do consumidor", comentou Roberto Medina.

Andréa Pinotti, diretora de marketing do Itaú, fez coro com Medina reforçando que o Festival tem se mostrado uma plataforma espetacular de ativação para a marca Itaú. “Estamos prontos para mais uma edição de experiências únicas e exclusivas para clientes e fãs do Itaú", afirmou.

Balanço

Nos sete dias do evento, a Cidade do Rock recebeu 150 atrações em seus diversos palcos; 85 mil pessoas estiveram na plateia a cada dia. O show da Katy Perry, que encerrou o último dia do evento, foi trend topic mundial ao longo da transmissão feita pela LiveXLive. O Multishow ficou em primeiro lugar entre os canais a cabo ao longo de toda a transmissão do festival, superando o número de pessoas impactadas em 2013.

Os brinquedos foram uma atração a parte. Um total de 96.542 pessoas passaram pela tirolesa (4.444), montanha-russa (45.417), roda gigante (23.272) e x-treme (23.409). As vendas dentro da Cidade do Rock superaram as expectativas iniciais. Foram consumidos 120 mil hambúrgueres (Bob’s), 20 mil shakes (Bob’s), 75 mil paletas (picolés Los Paleteros) e 27 mil cachorros quentes (Geneal). A Niely montou dois salões de beleza no espaço, sendo um Village e outro na área Vip. Nos sete dias de evento foram realizados 7.500 penteados, uma média de 850 por dia, sendo que no último dia, foi batido o recorde de todas as edições: mil penteados.

Ao longo dos sete dias de Rock in Rio foram geradas cerca de 100 mil toneladas de resíduos recicláveis, que já saíram da Cidade do Rock separados e cuja venda beneficiará cooperativas cadastradas pela Comlurb. Além desta ação voltada para a sustentabilidade, desde 3 de setembro, o Rock in Rio, a Conservação Internacional e o Instituto E, associação voltada para o desenvolvimento sustentável, promovem um leilão de guitarras autografadas por artistas nacionais e internacionais que já compuseram o line-up do festival. Até agora, o dinheiro arrecadado garantirá o plantio demais 110 mil árvores nas margens do Rio Guandu.

Histórico

Combinando todas as edições já realizadas, mais de 8,2 milhões de pessoas já participaram do evento. O Rock in Rio também é sucesso nas redes sociais, com mais de 11 milhões de seguidores. Em termos de atrações, somando-se as edições brasileiras, portuguesas, espanholas e americana, mais de 1.500 atrações musicais se apresentaram nos palcos do Rock in Rio, com um total de quase 1.300 horas de música, com transmissão para mais de 1 bilhão de telespectadores em todo o mundo, pela TV e Internet. Ao longo dos anos, mais de US$ 530 milhões foram investidos na marca. Com a sustentabilidade entre seus pilares, o evento também gerou até hoje um investimento de mais de US$ 23,2 milhões em projetos sociais e ambientais.

wraps

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”