Jornal Lance entra em recuperação judicial

Buscar

Últimas notícias

Publicidade

Jornal Lance entra em recuperação judicial

A Areté Editorial e suas empresas parceiras deram entrada em pedido "como forma de garantir a continuidade dos negócios"


15 de agosto de 2017 - 17h07

A Areté Editorial S.A., Lance Imobiliária Ltda. e Lance Mídia Digital Ltda., responsáveis pelo jornal Lance e suas propriedades digitais, enviaram comunicado anunciando recuperação judicial do grupo. Segundo nota, a medida visa permitir planejamento e reorganização focando na continuidade das publicações.

“O objetivo da medida é o ordenamento e adequação dos fluxos financeiros de pagamento de passivos”, diz o texto, citando a crise do mercado jornalístico e a recessão econômica brasileira como motivos da queda nos negócios do Lance. “Importante medidas internas já foram realizadas, como severo ajuste de custos gerais e despesas buscando uma operação superavitária”, continua.

Segundo números do Instituto Verificador de Comunicação (IVC), o Lance teve queda de 22,8% em sua circulação paga no período de um ano, comparando junho de 2016 com junho de 2017 — uma das métricas utilizadas para pautar investimento publicitário. Essa conta soma dados de venda avulsa, assinaturas de impresso e de digital, sendo que a marca decresceu em circulação nos três quesitos. Veja abaixo gráfico mostrando a curva do jornal no decorrer do ano:

 

Circulação média diária do jornal Lance, junho-2016 a junho-2017 (Crédito: Reprodução)

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • areté

  • digital

  • Esportes

  • futebol

  • jornal

  • Lance

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”