Vasco abre mão do preconceito

Buscar
Publicidade

Comunicação

Vasco abre mão do preconceito

Ação em parceria com a Penalty relembra momento histórico do futebol


20 de maio de 2011 - 9h27

A Penalty e o Vasco da Gama estão dando a chance dos torcedores deixarem gravadas as palmas de suas mãos nos muros do estádio de São Januário, do Vasco da Gama, no Rio de Janeiro. A ação intitulada “Eu abro mão” tem como premissa o engajamento social contra o preconceito e se baseia na história do time, que nos anos 20 abriu mão de disputar campeonatos, por se recusar a demitir jogadores negros, mulatos e de origem pobre. Essa era uma exigência da Associação Metropolitana de Esportes Atléticos.

A história também é tema da nova Camisa 3 do Vasco, criada e confeccionada pela Penalty. Já no muro de São Januário serão 1923 mãos, para simbolizar o ano em que o Vasco foi campeão com time multirracial.

Para chamar a atenção dos torcedores, o presidente do clube, Roberto Dinamite (ex-jogador) estrela um vídeo que pode ser visto no YouTube, convocando todas as pessoas que abrem mão.
 

wraps

As mãos serão escolhidas por sorteio e o torcedor deve se candidatar Fan Page da Penalty no Facebook (clique aqui para acessar) que também poderá ser instalado em perfis do Orkut. Em seguida, gravar a imagem de suas mãos usando um aplicativo com a ajuda de uma webcam e automaticamente já está cadastrado para concorrer.

As imagens virtuais das palmas das mãos e o nome de cada um dos 1923 torcedores serão transportados pela dupla de artistas internacionais Geek Physical, formado pela designer canadense Vanessa Carpenter e pelo engenheiro dinamarquês Nicolas Friis.

Quanto mais cedo o torcedor se cadastrar, mais chances terá. Os demais participantes garantirão seu lugar em uma galeria virtual – acessível pela própria Fan Page da Penalty.
 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Beel Films expande atuação com filial nos Estados Unidos

    Beel Films expande atuação com filial nos Estados Unidos

    Produtora especializada em entregas de digital acaba de abrir escritório em Miami, onde deve centralizar atendimento de multinacionais

  • Após 12 anos, Grupo Amil retoma agência in-house

    Após 12 anos, Grupo Amil retoma agência in-house

    Grupo de saúde reativa as atividades da Promarket, que foi responsável pela publicidade e comunicação do grupo de 1980 até 2012