Governança é pilar fundamental para avanço corporativo

Buscar

Governança é pilar fundamental para avanço corporativo

Buscar
Publicidade

Comunicação

Governança é pilar fundamental para avanço corporativo

Pesquisa realizada pela Aberje aponta a comunicação corporativa como protagonista para a governança de 83% das companhias


15 de dezembro de 2022 - 6h00

(Crédito: Shutterstock)

Menos debatida — ao menos até então — do que as duas primeiras letras da sigla ESG, a governança se apresenta como uma área central para as empresas que desejam avançar justamente nas questões ambientais e sociais. É o que sinaliza a pesquisa “A Comunicação da Governança nas Organizações no Brasil”, realizada pela Aberje.

Realizado junto a 46 companhias de diversos setores, sendo 70% delas multinacionais privadas e com mais de 10 mil funcionários (52%), o estudo aponta a área de comunicação corporativa como protagonista para a comunicação da governança de 83% das organizações.

A área de relações institucionais aparece na sequência (46%), enquanto 37% das empresas têm áreas dedicadas à governança e 30% detêm unidades de relações com investidores que se responsabilizam pela tarefa.

Outro caminho que tem ganhado espaço nos últimos anos são os comitês. Os mais populares são os de Riscos (91%), ESG (74%), Recursos Humanos (72%), Auditoria (65%) e Financeiro (57%). A área de Comunicação integra poucos desses comitês, com destaque para o Comitê de ESG (67%), o Comitê de Divulgação de Informações e Negociações (48%) e o Comitê de Riscos (48%).

E é precisamente a falta de comunicação que representa o maior risco para governança corporativa, segundo 59% das participantes da pesquisa, seguida pela ausência de clareza na comunicação com os stakeholders, citada por 50%. A demora na divulgação de informações relevantes (37%), a falta de monitoramento para evitar vazamentos de informações confidenciais (35%) e a falta de prevenção, detecção e respostas a riscos de compliance (35%) também são fatores de riscos para as companhias.

Segundo Hamilton dos Santos, diretor geral da Aberje, o mapeamento feito pela entidade comprova que as empresas estão dispostas a se inserir no ESG, ao menos em um dos três pilares, entretanto há necessidade de acelerar a atuação em cada um dos temas. O estudo aponta que, para obter uma estratégia de comunicação de governança mais efetiva, os administradores da organização precisam tomar consciência sobre o valor da área de comunicação (67%), assim como sobre a importância de participar de fóruns, encontros e comitês de associações especializadas em comunicação organizacional (59%).

(Crédito: Aberje)

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Conar arquiva processo contra campanha do Burger King com Kid Bengala

    Conar arquiva processo contra campanha do Burger King com Kid Bengala

    Vídeo lançado em fevereiro e que gerou polêmica nas redes sociais foi avaliado pelo Conselho de Ética da entidade nessa terça-feira, 21

  • FilmBrazil amplia participação no D&AD

    FilmBrazil amplia participação no D&AD

    Plataforma de internacionalização da Apro promove encontros durante o festival para fomentar produções nacionais no mercado britânico