Bradesco ressalta sonhos do microempreendedor

Buscar

Comunicação

Publicidade

Bradesco ressalta sonhos do microempreendedor

Campanha criada pela Publicis apresenta serviços do banco como abertura de conta MEI pelo app, loja virtual grátis e gestão financeira


13 de agosto de 2019 - 14h07

Banco diz que loucura seria não acreditar nos sonhos (crédito: reprodução)

No domingo, 11, o Bradesco colocou no ar uma campanha, criada pela Publicis, que incentiva os microempreendedores a acreditarem em seus sonhos. A ação, que inclui filme para TV, spots de rádio, peças para mídia OOH, PDV e digital, apresenta produtos do banco como abertura de conta MEI pelo app, loja virtual grátis e gestão financeira, por exemplo.

Em tom motivacional, a locução diz “Tem gente que acha que é uma loucura abrir uma empresa. E você segue em frente. Seguir imaginando e fazendo. É isso o que faz uma loucura virar um negócio. O seu negócio. Loucura seria não acreditar nisso. Loucura seria não acreditar em você”.

“Essa campanha reforça a empatia histórica do Bradesco com o microempreendedor brasileiro, mostrando que o banco reconhece todas as dificuldades pelas quais ele passa e está disposto a ser o principal parceiro para que o seu negócio dê certo”, afirma Marcio Parizotto, diretor de marketing do banco. “O novo filme é ousado na linguagem e isso condiz com a história que estamos contando, que menciona a ousadia de quem empreende no Brasil”, complementa Domênico Massareto, CCO da Publicis.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Domênico Massareto

  • Marcio Parizotto

  • Bradesco

  • Publicis

  • Campanha

  • microempreendedor

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”