Cielo explica o primeiro comercial da CNN Brasil

Buscar

Comunicação

Publicidade

Cielo explica o primeiro comercial da CNN Brasil

Produzido pela AlmapBBDO e com duração de 30 segundos, filme ressalta jornalismo da emissora e iniciativas da empresa de pagamentos

Renato Rogenski
13 de março de 2020 - 6h00

Campanha veiculada no começo do mês pela Cielo (Crédito/ reprodução)

No próximo domingo, 15, às 20h, a CNN vai iniciar suas transmissões no Brasil. Na mesma noite, a Cielo, que fechou um contrato comercial de dois anos com a emissora, vai veicular o primeiro comercial da história do canal no País. Produzido pela AlmapBBDO e com duração de 30 segundos, o filme relaciona a chegada da CNN a fatos marcantes da história, como a ocasião em que as mulheres puderam votar pela primeira vez, por exemplo, ao mesmo tempo que destaca iniciativas da empresa de pagamentos.

Conforme noticiado pelo Meio & Mensagem na semana passada, a Cielo patrocinará os jornais Expresso CNN, comandado pelas jornalistas Monalisa Perrone e Daniela Lima, e Live CNN, com Phelipe Seani e Mari Palma. A parceria prevê ainda anúncios de mídias avulsas na TV e um projeto de entregas na mídia digital. O acordo contempla ainda a presença da marca no “CNN Lab”, um laboratório de ideias de produção de conteúdo. Na entrevista jogo rápido abaixo, Simone Cesena, diretora de marketing da Cielo, conta alguns detalhes sobre o comercial e a relação do anunciante com a emissora.

Meio & Mensagem – Qual é a relevância para a marca em veicular o primeiro comercial da história da CNN Brasil?
Simone Cesena –
A estreia da CNN Brasil é aguardada com grande expectativa por todos. O reconhecimento da qualidade do jornalismo da emissora em todo o mundo explica esse entusiasmo. Por isso é tão importante estar presente agora. Ainda mais importante que ser a primeira marca a veicular um comercial na CNN é transmitir conteúdo relevante para quem faz o negócio acontecer no Brasil. Dados e informações mudam o jogo na hora de gerir um negócio. Por isso, divulgaremos nos comerciais um serviço para clientes e não-clientes Cielo que, após mandarem uma mensagem por Whatsapp, receberão um raio x com informações sobre seu ramo de atuação.

Meio & Mensagem – De que maneira esse comercial abre o caminho de uma jornada de parceria mais duradoura com o canal?
Simone Cesena –
A nossa parceria, que será inaugurada com este comercial, foi estudada de forma estratégica. Vamos patrocinar o Expresso CNN, comandado pelas jornalistas Monalisa Perrone e Daniela Lima, justamente porque são mulheres que conseguiram alcançar grande projeção em suas carreiras. Elas representam a garra feminina, responsável por alavancar milhares de negócios. Já o patrocínio ao programa Live CNN está relacionado ao engajamento digital de quem está à frente dele: os jornalistas Phelipe Siani e Mari Palma. Além da questão digital, o foco deste programa estar em noticiar tendências e inovação, o que é completamente compatível com a atuação da Cielo. Ainda teremos um projeto em conjunto no “CNN Lab”, laboratório de produção de conteúdo que terá como foco soluções para o Varejo. Também colocaremos à disposição da CNN informações do Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA).

Meio & Mensagem – O comercial será veiculado apenas na televisão ou terá algum outro desdobramento para as redes sociais?
Simone Cesena –
Será exibido na televisão e nas redes sociais. Todas as peças, aliás. Nossa parceria com a CNN Brasil vai aliar o conhecimento do varejo brasileiro que a Cielo possui com a expertise na produção de conteúdos que a CNN tem. Precisamos demonstrar de forma prática e simples como os nossos produtos podem impulsionar os negócios dos nossos clientes. Não estamos falando só de preço. Estamos falando do valor que as soluções da Cielo podem trazer ao Varejo.

Meio & Mensagem – De que forma as características de marca da CNN Brasil se relacionam com a marca Cielo? A Cielo já teve alguma parceria assim?
Simone Cesena –
O DNA de inovação e os propósitos das duas empresas são convergentes, baseados em dados e informações de qualidade. A Cielo nunca teve uma parceria nesses moldes. Temos parceria também com a Pequenas Empresas Grandes Negócios, com o Caldeirão do Huck e YouTube. Mas percebemos haver no mercado de adquirência uma tendência de as empresas se aproximarem de veículos de comunicação para aumentar a consideração de compra de seus produtos.

Crédito da imagem de topo: eklamlar/istock

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Phelipe Seani

  • Simone Cesena

  • daniela lima

  • Monalisa Perrone

  • Mari Palma

  • AlmapBBDO

  • CNN

  • Cielo

  • TV Paga

  • Publicidade

  • televisão

  • Comercial

  • filme

  • Campanhas

  • Pagamentos

  • maquinha

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”