Conquistas femininas pautam reposicionamento de TRESemmé

Buscar
Publicidade

Comunicação

Conquistas femininas pautam reposicionamento de TRESemmé

A ação “Não foi sorte, estou pronta” lançada nesta segunda-feira defende conquistas femininas e busca legitimar a causa

Giovana Oréfice
24 de maio de 2021 - 11h45

Atualmente, ainda que a equidade de gênero seja um assunto em pauta, a disparidade entre homens e mulheres na sociedade é algo visível. O levantamento “O Poder da Presença” realizado pela TRESemmé em parceria com o International Center for Research on Women (ICRW) revelou que 92% das entrevistadas duvidam de si e sentem a confiança minar em situações em que suas vozes são menosprezadas. Ao todo, foram ouvidas 5,550 mulheres entre 18 e 35 anos nos Estados Unidos, Brasil e Reino Unido. 

 

Carla Akotirene é uma das protagonistas da nova campanha da marca (Crédito: Divulgação)

Com base nos resultados obtidos, a TRESemmé apresenta nesta segunda-feira, 25, a nova campanha institucional, batizada de “Não foi sorte, estou pronta”. Produzida pela MullenLowe Brasil, a ação levanta a bandeira da legitimação de conquistas femininas e explora a oportunidade de tornar esse diálogo mais difundido entre o público feminino. É o que diz Anna Bicalho, gerente de marketing da marca no País. Além do comercial ser veiculado em TV aberta, a proposta será divulgada também nas redes sociais da TRESemmé, em canais próprios e das embaixadoras. 

“A campanha nasceu a partir do insight de que para as mulheres se sentirem mais confiantes, terem maior força em todos os âmbitos de suas vidas, elas precisam ter suas conquistas legitimadas e suas vozes valorizadas”, afirma Bicalho. A pesquisa indicou que 71% das mulheres sentem que conseguem alcançar mais coisas quando se tem presença e apenas 30% acreditam tê-la. “Presença aqui é um conceito que se refere à capacidade de as mulheres se expressarem com confiança, nas diferentes esferas das suas vidas”, completa. 

De acordo com a TRESemmé, a peça publicitária marca um novo posicionamento através da adoção de um discurso mais atitudinal. A gerente de marketing explica que este é um marco na história da marca para a qual a empresa planeja um trabalho sólido com muitas frentes pelos próximos meses. Neste primeiro momento, a estratégia se baseia em um comportamento conhecido como “síndrome da impostora”, identificado em muitas mulheres que participaram do estudo feito ao lado do ICRW.

Yasmine Sterea, CEO do movimento Free Free (Crédito: Divulgação)

Para dar força e tradução ao discurso de valorização da trajetória de cada mulher, as protagonistas escolhidas para estrelar o filme são a pesquisadora e autora baiana Carla Akotirene; Rita Carreira, modelo plus size; e a CEO do movimento Free Free Yasmine Sterea. “O que as une, além de terem passado por desafios e barreiras, é o fato de todas serem vozes referência em suas áreas”, conta Anna BIcalho. “O objetivo foi trazer, mais do que figuras públicas, profissionais, de diferentes vertentes e que representam a multiplicidade e força das mulheres brasileiras”, acrescenta. 

A gerente de marketing destaca ainda que a TRESemmé é uma marca de cuidados pessoais que busca ajudar as consumidoras a ganharem confiança e a sentirem suas conquistas legitimadas e não diminuídas a mera sorte. “Enxergamos o papel fundamental de nossos produtos nisso, entregando o visual para que elas se sintam nas suas melhores versões, mas também queremos abordar a discussão de maneira profunda também nas esferas mental e emocional”, endossa. 

Nesse sentido, o levantamento mostrou que 77% das entrevistadas  duvidam da sua presença quando não se sentem bem ou confiantes com a sua aparência. Segundo a marca, o dado mostra a relevância de cuidados pessoais na autoestima e confiança feminina, indo muito além de vaidade.

*Crédito da imagem do topo: audioundwerbung/iStock

Publicidade

Compartilhe

Veja também