Juliana Algañaraz deixa cargo de CEO da Endemol Shine Brasil

Buscar

Gente

Publicidade

Juliana Algañaraz deixa cargo de CEO da Endemol Shine Brasil

Executiva estava no grupo desde 2016 e irá empreender em outra área de negócios; Nani Freitas, COO da operação, assume interinamente como diretora geral no Brasil

Bárbara Sacchitiello
14 de maio de 2021 - 9h40

Juliana Algañaraz liderava o grupo no Brasil desde 2016 (Crédito: Arthur Nobre)

CEO do grupo Endemol Shine Brasil desde 2016, Juliana Algañaraz está de saída da empresa. O comando da operação brasileira da produtora de conteúdos e formatos será supervisionado, interinamente, pelo presidente da Endemol Shine Latino, Laurens Drillich, que  irá gerir a operação diretamente de Miami. Do escritório de São Paulo, Adriane Freitas (conhecida como Nani), foi promovida a chief operating officer (COO) e será, também de forma interina, a diretora-geral da companhia. Ela contará com a parceria de Renato Martinez, que era diretor de content sales e aquisições e, agora, foi promovido a vice-presidente de content sales e aquisições.

 

Promovida a COO, Nani Freitas será a diretora-geral interina da produtora no Brasil (Crédito: Divulgação)

Segundo a Endemol Shine Brasil, uma nova pessoa deverá ser anunciada como CEO da operação brasileira nos próximos meses. Juliana Algañaraz deixa a empresa para empreender em uma nova área de negócios. Em nota, a profissional relembra que, há seis anos, ganhou o desafio de reposicionar a companhia no Brasil. “Para isso, tive que buscar os melhores profissionais de produção, estratégia, criação, comunicação, digital e vendas do mercado de entretenimento brasileiro. E foi este time que impulsionou a Endemol Shine Brasil a se tornar referência no setor de não-ficção e novos modelos de negócios”, diz a executiva, acrescentando que acredita ter chegado a hora de partir para uma nova oportunidade na carreira e que sai com a sensação de dever cumprido.

Argentina, Juliana teve duas passagens pela Endemol Shine Brasil. A primeira foi de 2012 a 2014, como general manager. Depois, chegou a assumir o posto de CEO do Grupo Porta dos Fundos, retornando, posteriormente,, à produtora de formatos em 2016. Antes disso, foi executiva de operações e produção da Fox no Brasil e também trabalhou na Casablanca, na Rede Paranaense de Comunicação e na RedeTV.

Também em nota, Laurens Drillich, presidente da Endemol Shine Latino, elogia o trabalho feito por Juliana no Brasil, dizendo que ela ajudou a estabelecer o escritório como o líder em produção audiovisual no País. “Gostaria de
agradecer pessoalmente a Juliana por tudo o que ela conquistou com nossa equipe. Ela é uma verdadeira amiga e desejo a ela tudo de bom em seus empreendimentos futuros”, declarou. Sobre a operação brasileira, também em nota, Drillich afirma que “a Endemol Shine Brasil está em seu melhor momento, sendo responsável pela maioria dos principais títulos produzidos no país, e conta com grandes e empolgantes novidades que estão a caminho”. O executivo acrescenta, ainda que “o mais importante é que temos uma equipe extremamente talentosa de criadores e produtores, assim como os melhores especialistas nos setores digital, licenciamento e marcas, que vão continuar a liderar nosso escritório enquanto seguimos avançando. E é isso que me deixa extremamente realizado por trabalhar com Nani, Renato e todo o time da Endemol Shine Brasil rumo à este novo capítulo”, finaliza.

A produtora é a responsável por formatos como MasterChef Brasil, The Wall, Canta Comigo, Topa ou não Topa, Game dos Clones, Casamento às Cegas, Dancing Brasil, Família Frente a Frente, The Four, No Limite, Extreme Makeover e outros.

Compartilhe