Ingresso.com foca o cinema

Buscar

Marketing

Publicidade

Ingresso.com foca o cinema

Empresa para de vender ingressos de teatros, shows e futebol, renova identidade visual e se alinha ao posicionamento da Fandango

Victória Navarro
10 de abril de 2017 - 13h25

 

Home do site de Ingresso.com  (crédito: divulgação)

Home do site de Ingresso.com (crédito: divulgação)

Site e aplicativo repaginados, nova identidade visual e mudança de foco estão entre as novidades apresentadas pela empresa de venda de tíquetes Ingresso.com para 2017. Com o intuito de ter os melhores produtos de mercado e de aperfeiçoar a experiência de seus consumidores, a marca alinha-se ao posicionamento estratégico de Fandango, referência na comercialização de bilhetes de cinema nos Estados Unidos e sua dona desde 2015.

“A aquisição em si da Ingresso.com já foi uma colocação pensada da Fandango para a América Latina como um todo. Este ano, por exemplo, eles adquiriram a antiga Cinepapaya, empresa de vendas de tickets de filmes no Peru”, explica Mauro Gonzalez, chief executive officer da Ingresso.com. A nova compra da Fandango, além de territórios peruanos, inclui mercados como Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador e México.

Após anunciar, em novembro de 2016, que abandonaria a comercialização de bilhetes para teatros, shows e futebol e, efetivamente, assumir a venda de entradas de cinema como seu único objeto de negociação, a Ingresso.com consolida esta decisão nesta terça-feira, 11

Após anunciar, em novembro de 2016, que abandonaria a comercialização de bilhetes para teatros, shows e futebol e, efetivamente, assumir a venda de entradas de cinema como seu único objeto de negociação, a Ingresso.com consolida esta decisão nesta terça-feira, 11. “O reposicionamento da marca Ingresso.com é resultado de uma pesquisa quantitativa e qualitativa, realizada pela Fandango. Chegamos a conclusão de que seria conveniente mudar a identidade visual e não o nome”, conta o profissional.

“Saímos de mercados que eram fortes para nós, por isto precisávamos dar uma mudada na marca para o consumidor assimilar a mudança. Somos uma marca conhecida e que existe desde 1999, então o nome tinha que continuar. Tínhamos que dar atenção a muitos tipos de negócio diferentes. Apesar de terem a questão do ingresso em comum, as regras são diferentes”, acrescenta. A única exceção será a venda de ingressos do Rock in Rio – a Ingresso.com foi escolhida como o canal oficial de comercialização do festival pela quarta vez consecutiva (atendeu as edições de 2011, 2013 e 2015).

Aplicativo de Ingresso.com (crédito: divulgação)

Aplicativo de Ingresso.com (crédito: divulgação)

Assumindo as cores azul e laranja de sua proprietária e a letra inicial da marca – “I” – em destaque, o novo logo da Ingresso.com adota o formato de um tíquete de cinema, deixando de lado a imagem de um ingresso perfurado, o que, segundo a empresa, remetia a bilhetes no geral. Além disso, o site e o aplicativo da marca estão de cara nova. “Ambos vão estar no escurinho do cinema. É uma coisa realmente diferente do que temos hoje em dia. A ideia é que a gente traga mais facilidade para os clientes”, fala Mauro. O site, por sua vez, ganha funcionalidades como listar os cinemas preferidos do usuário e uma área dedicada a promoções exclusivas. Nele, as páginas acompanham os perfis dos fãs, por meio de categoria de filmes. Já em relação ao aplicativo, que tem a proposta de ser mais intuitivo, agora é possível comprar combos de bombonière diretamente da plataforma e obter informações sobre os filmes em exibição no País.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Mauro Gonzalez

  • Ingresso.com

  • Fandango

  • Ingresso.com

  • Mauro Gonzalez

  • Fandango

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”