“É hora de provar a capacidade de inovar”, diz CMO da OLX

Buscar

Marketing

Publicidade

“É hora de provar a capacidade de inovar”, diz CMO da OLX

Sandra Montes fala sobre a importância do propósito, da liderança e da importância de buscar maneiras criativas de sair dessa crise

Luiz Gustavo Pacete
27 de março de 2020 - 13h00

 

Sandra Montes: “As marcas possuem ferramentas que podem contribuir de maneira ágil e inteligente com a sociedade”

Na última quarta-feira, 25, a OLX entrou na lista de empresas que estão fazendo algo para conscientizar ou conter o avanço do novo coronavírus. A empresa lançou a campanha #QuarentenaDoBem, que incentiva os usuários da plataformas a realizarem doações durante a quarentena.

De acordo com Sandra Montes, diretora de marketing da OLX, é o momento de as empresas terem empatia e fazerem valer seus propósitos. De acordo com a líder de marketing da empresa, é fundamental que haja liderança e o empoderamento das equipes para que busquem formas criativas de sair deste momento.

Meio & Mensagem – Como você enxerga o papel das marcas em um momento como este e qual a importância do propósito?
Sandra Montes – As marcas possuem ferramentas que podem contribuir de maneira ágil e inteligente com a sociedade. Seja com seus produtos, serviços ou iniciativas, elas podem e devem usar seus potenciais para assumir o importante papel de contribuir para tornar o mundo melhor.

Os consumidores valorizam e esperam isso das marcas, que estão cada vez mais humanizadas e mais próximas de seu público. A palavra-chave é empatia. Em momentos como o que estamos vivendo hoje, por conta do avanço do novo coronavírus, se as companhias não se mobilizarem de alguma forma, perdem a oportunidade de mostrar que se importam com as pessoas e que conhecem profundamente seus clientes e suas necessidades, e deixam de exercer a sua responsabilidade social, que deveria fazer parte do propósito de todas as marcas.

Quais os aprendizados de resiliência, inovação que você tira desse momento e qual o papel do líder de marketing nessas horas?
Recentemente eu ouvi uma frase que tem pautado meus últimos dias: a liderança pode ser ética ou estética. E, nesse sentido, eu escolho a primeira opção. Em situações críticas como a que estamos vivendo, essa característica de liderança fica mais evidente. É o momento certo para passarmos para nossos times de marketing a relevância de exercitarmos nossa capacidade de inovar e executar de forma rápida e eficiente.

Momentos sensíveis também representam grandes oportunidades. É hora de fazer realmente a diferença e deixar claro o papel relevante do marketing em qualquer companhia. O exercício é diário, principalmente em setores tão dinâmicos como o de tecnologia. Mas ser flexível e saber se reinventar, alterando a rota da estratégia em tempo hábil para apoiar os resultados da empresa é vital.

Qual o papel de marcas neste momento e qual o papel da publicidade?
Minha recomendação é que todos parem por algum momento e se coloquem no lugar de pessoas vulneráveis diante de toda essa dificuldade que estamos vivendo. Reflitam. O que eles precisam? Como podemos contribuir? Quem podemos ajudar? Não sabemos ao certo quanto tempo isso tudo vai durar e nem a extensão das consequências para a economia e para todos nós.

Mas, se agirmos hoje, podemos amenizar os impactos para parte da população. As marcas têm o papel e o poder para contribuir com esse tipo de movimento. Quanto mais marcas se mobilizarem, maior será o efeito positivo na vida de muitas famílias. Juntas, as empresas são mais fortes e a sociedade também e mais rápido retomaremos nosso ciclo de crescimento.

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Burger King

  • Ambev

  • OLX

  • Alpargatas

  • RAPPI

  • Inovação

  • marketing

  • Publicidade

  • Crise

  • marcas

  • coronavírus