Colorado Amazônica segue alta de desmatamento e sobe 45,9%

Buscar

Marketing

Publicidade

Colorado Amazônica segue alta de desmatamento e sobe 45,9%

Iniciativa lançada pela Cervejaria Colorado e David registra primeira alteração de preço e o valor da bebida vai de R$ 5,49 para R$ 8,01


10 de setembro de 2020 - 13h35

(Crédito: Divulgação)

No sábado, 5, foi comemorado o Dia da Amazônia. Pensando na data, a Cervejaria Colorado, em parceria com a agência David, lançou a Colorado Amazônica. Feita com babaçu e produzida artesanalmente por comunidades do Pará, a bebida tem preço variável de acordo com os índices de desmatamento na região. Na prática, quando o desmatamento cai, o preço do produto cai junto.

Já nessa quinta-feira, 10, a Cervejaria anunciou a primeira alteração no valor do produto e o resultado não foi positivo para a floresta. O preço inicial de R$ 5,49 foi atualizado com base nos índices de desmatamento e registrou aumento de 45,9%, com a cerveja chegando ao valor de R$ 8,01.

O preço é calculado semanalmente com base no Índice de Reajuste de Preços da Amazônia (IRPA), métrica da MapBiomas que compara a média de desmatamento semanal com a registrada no mesmo período do ano anterior. Todo o valor arrecadado com as vendas do produto será destinado a mais de 600 famílias da Rede de Cantinas da Terra do Meio, formada por ribeirinhos, indígenas e agricultores familiares da região.

*Crédito da foto no topo: Unsplash

Publicidade

Compartilhe