Live commerce avança com novos segmentos e sofisticação

Buscar

Marketing

Publicidade

Live commerce avança com novos segmentos e sofisticação

Varejistas, como B2W, testam novas ferramentas, enquanto o modelo ganha força nos setores automotivo e imobiliário

Taís Farias
11 de junho de 2021 - 6h35

Nesta sexta-feira, 11, a marca sueca de carros Volvo realizará uma transmissão ao vivo simultânea em oito canais no YouTube para abrir, oficialmente, as vendas da promoção Volvo Special Sale. O evento online oferecerá descontos nos veículos, além de benefícios em produtos e serviços. A produção envolve seis jornalistas e produtores de conteúdo que participarão da transmissão direto das concessionárias Volvo. Essa não é a primeira vez que a companhia investe no formato. Em agosto, a montadora realizou a live de ofertas Selekt Special Sale que tinha como chamariz a oferta de que, se o consumidor se arrependesse da compra feita durante a transmissão, poderia ter seu dinheiro de volta em até 30 dias.

 

Live commerce conquista espaço em vários segmentos de mercado (crédito: reprodução)

O esforço da Volvo reflete um movimento ainda maior. As live commerces, que nasceram no segmento da beleza e ganharam força no varejo, têm conquistado espaço na estratégia de empresas de outras áreas. No fim de maio, a Riva Incorporadora, construtora do Grupo Direcional, colocou no ar um projeto com lives em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais para comercializar seus imóveis e oferecer condições especiais de benefícios e pagamentos. A ação ainda contou com a parceria do Magalu e da vinícola Bueno Wines. Para a incorporadora, o live commerce se tornou uma alternativa para recriar a experiência de “visite o decorado”.

Para Erick Custódio, CEO da Somma Publicidade, unidade do ecossistema Gouvêa que atua na área de e-commerce, o sucesso do live commerce está diretamente relacionado a relação que a marca consegue estabelecer com seu público. “Quando se tem uma audiência engajada e fãs da marca, não importa o segmento do mercado, a live commerce tende a funcionar muito bem”, aponta o executivo.

As mudanças no comportamento do consumidor seriam uma peça chave para entender esse movimento. “Com o comportamento do consumidor mudando e cada vez mais ficando resistente a grandes textos, a live commerce pode, de fato, facilitar o caminho da compra, já que sana todas as dúvidas em tempo real. Ela mostra como é o produto que o consumidor está comprando e ainda oferece uma facilidade na transação”, destaca o CEO da Somma Publicidade.

Além das companhias que dão seus primeiros passos no ambiente das transmissões, há também aquelas que já buscam sofisticar sua estratégia de live commerce e potencializar resultados. A B2W, que vem investindo de maneira massiva no modelo com Americanas, Submarino e Shoptime, fez sua primeira live teste com a plataforma inglesa OOOOO. A parceria foi anunciada no início de maio e pretende acelerar a vertical de advertising da companhia. Com aplicativo já disponível no Brasil, a OOOOO permite que os consumidores comprem os produtos demonstrados de maneira simultânea, enquanto assistem a live. Eles ainda podem navegar por conteúdos gravados por influenciadores, especialistas e outros consumidores sobre o produto.

Nesta primeira fase de implementação, o app promoverá três lives semanais. A B2W usará esse período para testar a plataforma e seus resultados. Em abril, a Lojas Americanas S.A. e a B2W anunciaram um acordo que combina suas operações para dar origem à americanas s.a., nova empresa 100% integrada. A fusão foi aprovada na quinta-feira, 10, em votação das Assembleias Gerais Extraordinárias das companhias. Na ocasião, foi apresentado o novo Conselho de Administração, que nomeou a diretoria: Miguel Gutierrez, diretor-presidente e diretor de relações com investidores; Anna Saicali, CEO da plataforma de inovação e fintech; Timotheo Barros, CEO da plataforma física e CFO; e Marcio Cruz, CEO da plataforma digital.

De acordo com Erick Custódio, essa sofisticação nas ferramentas é um processo natural de evolução do modelo que deve caminhar para integrar cada vez mais dados e inteligência. “Uma ação importante relacionada à estratégia de marketing e vendas é obter o máximo de informações sobre o lead (futuro cliente), assim como ter uma página com a exibição dos produtos para encurtar o caminho entre a transmissão do evento e o carrinho de compras. Usar plataformas que possuam integração com o e-commece, por exemplo, pode ser essencial para o sucesso em vendas”, explica o executivo.

*Crédito da foto no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe