5G entra em operação oficial no Brasil

Buscar
Publicidade

Marketing

5G entra em operação oficial no Brasil

Serviço está em funcionamento na capital federal nesta quarta-feira, 6, nas redes da Claro, TIM e Vivo

Caio Fulgêncio
6 de julho de 2022 - 13h23

O Distrito Federal é a primeira capital do País a utilizar o padrão 5G (quinta geração da telefonia móvel). A liberação de uso foi anunciada pelo Grupo de Acompanhamento de Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência (Gaispi) na faixa 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi) na segunda-feira, 4, e foi efetivada nesta quarta-feira, 6. Com isso, o Brasil, oficialmente, entra na era das redes 5G, cujas velocidades de transmissão chegam a até 10 Gbps (taxa nominal de download). Na comparação, as redes 4G atuais podem atingir entre 100 Mbps a 150 Mbps, ou seja, em alguns casos, a rede 5G pode ser cem vezes mais rápida do que a 4G.

 

Uso de tecnologia 5G no Distrito Federal começa nesta quarta-feira, 6 (Crédito: Reprodução)

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que Brasília servirá como piloto para as demais capitais. A exploração do serviço é das operadoras TIM, Claro e Vivo. São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa devem ser, segundo a Anatel, as próximas cidades a receberem o 5G, porém, ainda sem previsão de datas.

A escolha das cidades é feita mediante análise individual e reuniões constantes estão sendo feitas pelo Gaispi, com a próxima marcada para o dia 13 deste mês. Inicialmente, o prazo inicial para a implementação do 5G em todas as capitais era 31 de julho. No entanto, no mês passado, o Conselho Diretor da Anatel aprovou o prazo adicional de 60 dias, diante da impossibilidade de entrega de equipamentos pela indústria para a mitigação de interferências nas estações de satélite.

Operação em Brasília
A Claro informou que o sinal está disponível em Brasília nas regiões do Plano Piloto e Lago Sul, com a expectativa de chegar, gradativamente, a outras áreas da cidade. A empresa explicou que nenhuma alteração de contrato de plano será exigida do usuário. “Basta que o cliente tenha um plano ativo da Claro e um celular compatível para passar a utilizar o novo 5G+”, afirmou, em nota.

A expectativa inicial, segundo a Claro, é que o 5G+ alcance velocidades de até 1 Gbps, sofrendo variações de acordo com o tamanho da célula e da quantidade de terminais com uso simultâneo no momento.

Com a liberação oficial da frequência 3,5 GHz, a TIM anunciou que a operação conta com a ativação de cem antenas, que resulta no alcance de 50% da população brasiliense. Além disso, nos próximos dias, devem ser ativadas mais 64 antenas, com o alcance estimado de 65% da área. Quanto à velocidade, a taxa de navegação para downloado deve chegar à ordem de 10 Gbps, ou seja, até cem vezes mais que a rede 4G. A TIM divulgou que clientes do pós-pago TIM Black e TIM Black Família poderão “turbinar” os planos de internet superiores a 50 GB, além de terem acesso à navegação ilimitada na plataforma Twitch. Os usuários não precisam trocar o chip, basta ter aparelho compatível.

Ainda em junho, a Vivo promoveu ação de merchandising sobre essa rede na novela Pantanal, ao levar o 5G para a fazenda de Zé Leôncio, personagem interpretado por Marcos Palmeira. À época, a empresa divulgou que participação no folhetim tinha o objetivo de destacar os produtos da empresa voltados ao segmento empresarial e do agronegócio.

Publicidade

Compartilhe

Veja também