Pacotes comerciais já garantem R$ 2,47 bi a Globo em 2020

Buscar

Mídia

Publicidade

Pacotes comerciais já garantem R$ 2,47 bi a Globo em 2020

Com a soma do futebol, Fórmula 1 e carnaval, emissora garante faturamento expressivo antes do ano começar; nem todas as cotas, porém, foram vendidas

Bárbara Sacchitiello
4 de dezembro de 2019 - 6h31

Equipe de narradores e comentaristas da Globo na apresentação do plano comercial do Futebol 2020: plano foi o único, até o momento, a ter todas as cotas de patrocínio vendidas (Crédito: Divulgação)

O ano de 2019 ainda não terminou, mas a Globo já garantiu um percentual importante de seu faturamento de 2020 com a comercialização antecipada de alguns dos principais pacotes de comerciais das coberturas que irão permear sua grade ao longo do próximo ano.

A negociação antecipada dos projetos comerciais é uma estratégia comum na emissora. Com antecedência, a Globo costuma apresentar ao mercado os planos do futebol, Fórmula 1, Big Brother Brasil e carnaval, produtos e transmissões fixas de sua grade de programação. Desses projetos para o próximo ano, apenas o BBB ainda não foi comercializado com patrocinadores.

Com as cotas já vendidas do Futebol 2020, Fórmula 1 e Carnaval, a Globo iniciará 2020 com um faturamento garantido de R$ 2,471 bilhões. Esse valor corresponde a soma das seis cotas do pacote futebol, das cinco da Fórmula 1 e das quatro da cobertura do carnaval.

Pelo futebol, considerado o mais valioso plano do mercado publicitário brasileiro, a Globo cobrou o preço de R$ 307 milhões por cada uma das seis cotas de patrocínios. Todos os parceiros comerciais de 2019 (Ambev, Casas Bahia, Chevrolet, Hypera Pharma, Itaú e Vivo) renovaram para o próximo ano. A parceria contempla a inserção dessas marcas em todas as transmissões dos campeonatos estaduais, nacionais e internacionais exibidos pela Globo, além dos amistosos da seleção brasileira.

Desistência de patrocinador e cotas vagas
O futebol foi o único dos grandes comerciais da Globo que teve a totalidade de cotas do plano comercializadas. Na Fórmula 1, outro importante produto esportivo da casa, a emissora chegou perto de ter uma renovação completa dos patrocinadores de 2019, mas a Net (Claro) desistiu e ficará de fora das competições do automobilismo no próximo ano.

Pela primeira vez, a Globo uniu as transmissões da TV aberta e as do canal SporTV no mesmo pacote comercial, que foi apresentado ao mercado com seis cotas de patrocínio, que tinham o preço de tabela de R$ 98,950 milhões. Garantiram a presença nas transmissões do canal a Cervejaria Petrópolis (Itaipava), Nivea, Renault, Santander e TIM. A emissora ainda deve negociar a entrada de um novo patrocinador para ocupar a vaga deixada pela Net.

Em relação ao carnaval, a Globo surpreendeu ao veicular, na última sexta-feira, 29, uma vinheta a respeito das transmissões da festa mais popular do País no próximo ano, revelando os quatro patrocinadores do Carnaval Globeleza 2020: Crefisa, Dorflex, Extra e Unilever, que estavam nas transmissões da folia em 2019, segue com a Globo no próximo ano. A quantidade de anunciantes ainda pode aumentar porque, de acordo com informações obtidas pela reportagem, o plano comercial do Carnaval contempla seis cotas de patrocínio, no valor de R$ 33,684 milhões cada.

Em 2019, cinco patrocinadoras participaram do carnaval da Globo. Além de Crefisa, Dorflex, Extra e Unilever, a Vigor também apoio a cobertura da festa na Globo. A marca, no entanto, não renovou para 2020. A Globo ainda pode preencher as duas cotas restantes do carnaval até fevereiro do próximo ano.

BBB 20
Dos principais planos comerciais do ano, a Globo ainda não têm definidos os patrocinadores do Big Brother Brasil. O plano comercial do reality show foi apresentado ao mercado publicitário em outubro e contempla seis cotas multiplataforma (que envolvem Globo + Multishow + digital). Cada uma dessas cotas têm preço de tabela de R$ 42,620 milhões. Para a edição de 2019, o valor cobrado foi de R$ 37,3 milhões por cota.

Na temporada de 2019, patrocinaram o BBB as marcas Burger King, Cervejaria Petrópolis (Itaipava), Faculdades Anhanguera, iFood, Johnson & Johnson (Sundown) e Mondelez. Pelo plano comercial da emissora há a possibilidade de as marcas adquirirem cotas avulsas, escolhendo apenas a TV aberta, por exemplo, ou as cotas integradas, garantindo a exposição na TV aberta, no Multishow e nas mídias digitais.

Os patrocinadores principais, no entanto, são apenas uma fatia do retorno comercial que o reality pode render a Globo. A inserção de ações de merchandising nas provas e festas acaba atraindo uma grane quantidade de marcas ao programa, o que pode ampliar as cifras da emissora.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • vivo

  • unilever

  • Globo

  • Burger King

  • Ambev

  • TIM

  • Itaú

  • extra

  • Crefisa

  • chevrolet

  • Itaipava

  • SporTV

  • Mondelez

  • net

  • Nivea

  • Casas Bahia

  • Vigor

  • iFood

  • Renault

  • Multishow

  • Dorflex

  • Santander

  • Sundown

  • Hypera Pharma

  • cervejaria petrópolis

  • faculdades anhanguera

  • johnson e johnson

  • TV aberta

  • BBB

  • futebol

  • programação

  • entretenimento

  • Esportes

  • patrocínio

  • reality show

  • Formula 1

  • Carnaval

  • Big Brother Brasil

  • pacotes comerciais