Planos do BBB e F1 renderão mais de R$ 850 milhões à Globo

Buscar

Mídia

Publicidade

Planos do BBB e F1 renderão mais de R$ 850 milhões à Globo

Planos comerciais são apresentados ao mercado e envolvem uma cobertura integrada com a TV paga e com as mídias digitais

Bárbara Sacchitiello
10 de outubro de 2019 - 11h31

Participantes da edição 2019 do BBB: no próximo ano, plano comercial do reality engloba Globo, Multishow e digital (Crédito: Victor Pollak)

Logo após ter comercializado o plano comercial do Futebol 2020 (o mais valioso da TV aberta), a Globo já negocia com o outro mercado outros dois projetos importantes de sua grade de programação no próximo ano: a temporada de Fórmula 1 e o Big Brother Brasil.

Dessa vez, a emissora estruturou um plano multiplataforma de cobertura, que contempla não apenas a TV aberta, mas também à TV por assinatura (o SportTV, no caso da Fórmula 1 e o Multishow, para o BBB). A cobertura dos projetos nas plataformas digitais também fazem parte do pacote comercial montado pela Globo, que começou a ser enviado às agências de publicidade nesta semana.

Somados os dois projetos, a Globo pode iniciar o ano de 2020 com um faturamento garantido de mais cerca de R$ 850 milhões. Para a Fórmula 1, a emissora disponibiliza seis cotas de patrocínio, com valor de tabela de R$ 98,950 milhões cada. O valor é pouco superior ao preço da temporada deste ano, que foi de R$ 95,1 milhões. Os atuais patrocinadores da Fórmula 1 2019 – Itaipava, NET, Nivea, Renault, Santander e TIM – têm prioridade na renovação.

 

(Crédito: Facebook.com/F1

Já para o Big Brother Brasil, as seis cotas multiplataforma (que envolvem Globo + Multishow + digital) têm preço de R$ 42,620 milhões cada. Para a edição deste ano, o valor cobrado foi de R$ 37,3 milhões por cota. Na temporada de 2019, patrocinaram o BBB as marcas Burger King, Cervejaria Petrópolis (Itaipava), Faculdades Anhanguera, iFood, Johnson & Johnson (Sundown) e Mondelez. Pelo plano comercial da emissora há a possibilidade de as marcas adquirirem cotas avulsas, escolhendo apenas a TV aberta, por exemplo.

Em relação ao BBB, é importante considerar que a comercialização das cotas não representa a totalidade do faturamento que a emissora angaria com a atração. Além das seis cotistas, o programa também conta com a presença de outras marcas em festas, provas e outras ativações ao longo dos três meses em que o reality permanece no ar. O programa estreia no dia 21 de janeiro do próximo ano.

Futebol 2020
Na semana passada, Meio & Mensagem apurou que a emissora garantiu a comercialização de todo o pacote Futebol 2020, que engloba os campeonatos estaduais nacionais e internacionais, além dos jogos da seleção brasileira. De acordo com o apurado pela reportagem, a maior flexibilidade da emissora em ouvir as demandas dos anunciantes propiciou uma negociação mais ágil. Com isso, os atuais patrocinadores do esporte renovaram para 2020. São eles: Ambev, Casas Bahia, Chevrolet, Hypera Pharma, Itaú e Vivo.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Globo

  • Globosat

  • Multishow

  • TV aberta

  • TV Paga

  • Esportes

  • Formula 1

  • Big Brother Brasil

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”