Globo vende Som Livre para Sony Music Entertainment

Buscar

Mídia

Publicidade

Globo vende Som Livre para Sony Music Entertainment

Som Livre será centro criativo independente dentro da Sony Music que continuará a contratar, desenvolver e promover seu próprio elenco de talentos


1 de abril de 2021 - 17h42

Em novembro do ano passado, a Globo emitiu um comunicado anunciando que estudava vender a Som Livre, gravadora que opera há 50 anos, a fim de se orientar para uma estratégia mais B2C. Nesta quinta-feira, 1º, quatro meses depois, a Sony Music Entertainment fechou contrato definitivo com a Globo Comunicação e Participações S.A para a aquisição da empresa independente de música. A compra ainda está sujeita às condições regulatórias e de fechamento usuais, incluindo a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

 

Som Livre é a gravadora de artistas como Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Wesley Safadão e Lexa (crédito: divulgação)

Em comunicado oficial, a Globo afirmou que a Som Livre, casa de muitos dos artistas mais populares do Brasil, incluindo Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Wesley Safadão e Lexa, se tornará um centro criativo independente dentro da Sony Music que continuará a contratar, desenvolver e promover seu próprio elenco de talentos, e fornecer uma ampla gama de serviços à comunidade musical brasileira. Marcelo Soares continuará como CEO da Som Livre.

A aquisição fortalece o longo relacionamento entre Som Livre e The Orchard, empresa de distribuição digital da Sony Music, e incrementa o robusto suporte da Sony a artistas e selos no Brasil e por todo o cenário musical da América Latina. Além disso, com a junção, o elenco de artistas e autores da Som Livre terá acesso à rede global de recursos e parcerias da Sony Music Entertainment.

“O Brasil é um dos mercados musicais mais dinâmicos e competitivos em crescimento no mundo e nós traremos enormes oportunidades para os talentos através da nossa visão compartilhada”, comenta Rob Stringer, Chairman, Sony Music Group, em nota. Marcelo Soares, CEO da Som Livre, também parece animado com a junção: “Olhando para o futuro e enxergando todas as oportunidades pela frente, é muito empolgante saber que teremos a Sony Music conosco. Estamos, mais uma vez, no lugar certo para garantir as melhores possibilidades de desenvolvimento de carreira para nossos artistas e funcionários. Sou muito grato por tudo que conquistamos com a Globo, e estou ansioso por começar essa nova fase com a Sony”.

**Crédito da imagem no topo: Reprodução

Publicidade

Compartilhe