Netflix perde público nos Estados Unidos e Canadá

Buscar

Mídia

Publicidade

Netflix perde público nos Estados Unidos e Canadá

Nos dois países, plataforma perdeu 430 mil assinantes; no geral, foram conquistados 1,5 milhão de novos clientes no mundo no segundo trimestre


21 de julho de 2021 - 7h35

A Netflix perdeu público em seu principal mercado do mundo, os Estados Unidos, no segundo trimestre deste ano. A plataforma de streaming divulgou seu balanço nessa terça-feira, 20, que mostrou que, nos Estados Unidos e no Canadá, houve perda de 430 mil assinantes, de acordo com o Financial Times.

 

(Crédito: Souvik Banerjee)

O desempenho no segundo trimestre fez com que a companhia revisasse suas projeções para o terceiro trimestre do ano, reduzindo os números que havia apresentado anteriormente aos analistas. Com a aposta em uma recuperação com a retomada das atividades econômicas no pós-pandemia, a plataforma prevê adicionar 3,5 milhões de novos clientes nos meses de julho, agosto e setembro. Já os analistas acreditavam que, nesses três meses, a Netflix adicionaria 5,9 milhões de assinantes.

Em todo o mundo, a Netflix adicionou 1,5 milhão de novos clientes nos meses de abril, maio e junho de 2021. O número ficou um pouco acima da previsão feita pelos analistas, que era de 1,1 milhão de novos assinantes.

Em conferência com os investidores, o co-chief executive chefe da Netflix, Reed Hastings, justificou o baixo desempenho como consequência de uma oferta mais escassa de novos conteúdos, algo que, segundo ele, será contornado neste segundo semestre com o lançamento de novas produções. O executivo não citou a concorrência do segmento, que se tornou ainda mais acirrada nos últimos meses com a chegada de players como Disney, HBO/WarnerMedia e Apple.

A pandemia acabou fazendo com que a Netflix tivesse um ano de recordes em 2020, com a adesão de 16 milhões de novos assinantes no mundo. Conforme as medidas de restrição foram diminuindo, sobretudo nos Estados Unidos, parte desse público deixou a plataforma.

Ainda assim, a Netflix segue como a número 1 entre os serviços de streaming no mundo. Atualmente, a empresa conta com 209 milhões de assinantes globalmente. A Disney, vice-líder, possui 104 milhões de clientes no Disney+. No terceiro trimestre, as receitas da companhia cresceram 19%, atingindo a marca de US$ 7,3 bilhões. A receita bruta também cresceu, passando de US$ 720 milhões no segundo trimestre do ano passado para US$ 1,4 bilhão no terceiro trimestre de 2021.

Publicidade

Compartilhe