BRMalls compra Helloo para ampliar negócios no out-of-home

Buscar

Mídia

Publicidade

BRMalls compra Helloo para ampliar negócios no out-of-home

Grupo de shoppings pretende ampliar a fatia do OOH em seu faturamento total com a empresa de mídia em elevadores

Bárbara Sacchitiello
23 de setembro de 2021 - 20h03

Rafael Saito, diretor da mídiaMalls, ao lado dos executivos fundadores da Helloo: Allan Urel, Luciano Serra, Marcos Gozzi e Felipe Forjaz (Crédito: Divulgação)

Em mais uma movimentação no cenário do out-of-home brasileiro, a BRMalls, grupo atuante na área de shoppings centers, adquiriu a Helloo, empresa brasileira especializada em mídia em edifícios residenciais e condomínios, fundada em 2016.

A aquisição faz parte do projeto da BrMalls de diversificar as receitas e ampliar os negócios oferecidos aos anunciantes. A Helloo possui um inventário de mídia em mais de dois mil edifícios residenciais, localizados em 20 diferentes cidades brasileiras.

A BRMalls já possuía uma operação de publicidade em sua estrutura por meio da divisão mídiaMalls, que comercializa mídia digital em mais de 70 shoppings do grupo, em todo o Brasil. A operação de mídia foi criada em 2019 para explorar os espaços dos centros de compras como locais de conexão dos anunciantes com o público.

Em nota, Ruy Kameyama, CEO da BRMalls, revela que, atualmente, a comercialização de mídia no grupo representa 4% do faturamento e, com a aquisição da Helloo, a estimativa é de que a fatia suba para 20% do faturamento total.
Apesar da negociação, a estrutura de gestão das duas empresas permanece a mesma. A Helloo segue sob o comando do CEO Felipe Forjaz, que conduzirá o negócio ao lado de Marcos Gozzi, diretor de expansão; Allan Urel, diretor de operações e Luciano Serra, diretor de tecnologia, todos também fundadores da Helloo.

Setor das aquisições
Neste ano, outros dois grandes players do mercado de out-of-home protagonizaram uma negociação. Em julho, a Eletromidia adquiriu 74% da Otima, empresa responsável pela comercialização dos abrigos de ônibus na cidade de São Paulo e pelo mobiliário urbano de outras cidades. O negócio foi avaliado em R$ 416.758 milhões.

Em 2020, a Eletromidia fez a maior aquisição do setor de OOH no País até aquele momento ao unir seu negócio com a Elemidia, empresa de comercialização de mídia publicitárias em elevadores comerciais. A Eletromidia acabou sendo adotada como a marca resultante da fusão.

Publicidade

Compartilhe