Sem WarnerMedia, clubes do Brasileirão negociam com a Globo

Buscar

Mídia

Publicidade

Sem WarnerMedia, clubes do Brasileirão negociam com a Globo

Emissora comunica que fechou acordo com Ceará, Coritiba, Fortaleza, Juventude e Santos para exibir os jogos na TV paga até 2024

Bárbara Sacchitiello
8 de outubro de 2021 - 11h38

Fortaleza, que tinha contrato com a WarnerMedia, negociou com a Globo até 2024 (Crédito: Divulgação/Leonardo Moreira/EC Fortaleza)

Depois de a WarnerMedia ter anunciado, na semana passada, que fará uso de uma cláusula contratual e não exibirá mais o Campeonato Brasileiro a partir de 2022, o cenário das transmissões esportivas na TV por assinatura acabou ficando com uma lacuna.

Athlético Paranaense, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Juventude, Palmeiras e Santos, clubes que tinham contrato firmado com a WarnerMedia até 2024, deixariam de ter uma janela de exibição de seus jogos no ambiente da TV por assinatura a partir do próximo ano.

Nesses dias, no entanto, outras negociações já começaram a acontecer nesse cenário das transmissões. Nessa quinta-feira, 7, a Globo comunicou que fechou acordo com cinco clubes para transmitir suas partidas na TV por assinatura a partir de 2022. A emissora firmou parceria com Ceará, Coritiba, Fortaleza, Juventude e Santos, que terão seus jogos do Brasileirão exibido pelo SporTV até 2024.

Segundo a Globo, o modelo de contrato oferecido é o mesmo para todos os clubes e compreende 40% da verba dividida igualmente entre os times; 30% da verba distribuída de acordo com a colocação desses clubes no campeonato e 30% da verba proporcional ao número de jogos transmitidos.

Em nota, Fernando Manuel Pinto, diretor de diretos esportivos da Globo, disse que o grupo “manteve esse modelo em todas as aquisições negociadas ao longo dos últimos anos por coerência, por respeito aos clubes que já têm acordo com a Globo e pelo propósito de construir um modelo coletivo.”

Com essas negociações, a Globo amplia o leque dos clubes parceiros de transmissão na TV paga, do qual já faziam parte América-MG, Atlético-GO, Atlético-MG, Bragantino, Chapecoense, Corinthians, Cuiabá, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, São Paulo e Sport.

Publicidade

Compartilhe