NFT: A nova tendência do mercado digital

Buscar

Opinião

Publicidade

NFT: A nova tendência do mercado digital

Saiba como Non-Fungible Tokens impactam o marketing digital ao agregar valor a qualquer coisa que esteja no ambiente online, transformando-a em ativo único e autêntico


6 de maio de 2021 - 6h00

O mercado de arte tradicional é renomado e mundialmente reconhecido. Os grandes apreciadores das artes, relatam as experiências de estar diante de algumas obras como sublime, tal qual a existência das próprias obras.

No entanto, para poder ver ou ter acesso a algumas delas é preciso ir a museus, comprar bilhetes, enfrentar filas, deslocamentos e outras adversidades. Talvez uma fotografia não seja boa o bastante para transmitir as texturas, cores, sentimento…

Aliás, esse sentimento de incapacidade, de agora em diante, fica no passado. O mercado possui uma forma de autenticar tudo que é digital, garantindo uma experiência única, que inclusive garante a posse de uma obra digital, assim surge a NFT.

Nesse exemplo de obras de arte, torna-se possível, por exemplo, que uma obra digital seja rastreável, e garante-se a segurança de seu proprietário, que sempre irá receber royalties em cima da revenda e muito mais.

Esse tipo de transação faz parte do mercado real, envolve muito dinheiro e surge como a nova tendência para marcas, artistas e empresas de ramos mais diversos.

Saindo do exemplo e indo pra realidade, as pessoas e marcas precisam começar a entender as NFTs (Non-Fungible Tokens, que em tradução não literal representa token não fungível) como uma forma “especial” de disponibilizar conteúdo digital.

Token nesse sentido representa símbolo, algoritmo e segurança, uma espécie de assinatura digital que confere ao produto visualizado/comercializado um “aval” que certifica a originalidade do conteúdo.

A ideia é que a NFT tenha um código específico que protocole toda e qualquer transação, fazendo com que tudo que seja disponibilizado por meio desse método tenha um aval específico, garantindo qualidade, experiência, semelhança….

Esse uso da NFT agrega valor a qualquer coisa que esteja no ambiente digital e a transforma em um ativo único e com autenticidade, de maneira supostamente segura.

No primeiro momento pode parecer confuso e muito abstrato, mas é uma realidade que já existe, e está sendo aplicada diariamente no mercado econômico, com o uso das criptomoedas e demais formas de negociação, no entanto, agora passa a pertencer ao mercado artístico.

Essa possibilidade cria no mercado todo um movimento, primeiro por ser inovador, buscando responder aos desafios da realidade digital e segundo por impactar criadores de conteúdos digitais do mundo inteiro.

Pabllo Vittar em um Tweet misterioso avisou que está trabalhando com NFT, como também a Gucci, o presidente do Twitter e outras personalidades e empresas muito poderosas.

Com essa novidade, os produtos digitais, e claro, os seus produtores, indo de designer a artistas, precisam entender o uso da tecnologia e aprender a se adaptar.

O universo digital é uma pirâmide sofisticada e online, onde as ações e atitudes de empresas e personalidades reverberam em diversos setores da sociedade. O fato de a NFT já estar em uso é uma indicação clara de que em breve ele pode se tornar alvo de muito conhecimento e uso, com isso é preciso que o mercado se prepare para receber esse modelo de negócios.

O preço que se paga por uma arte digital (Créditos: Algernai Hayes/Unsplash)

Parece complicado, mas tudo no mundo já foi assim

A internet do jeito que conhecemos é algo novo, se voltarmos 25 anos no tempo não iríamos encontrar casas, smartphones e pessoas conectadas. Até mesmo a caneta, a mais simples que você encontrar no mercado, em algum momento foi novidade, é sobre isso!

Todo e qualquer produto em algum momento foi uma novidade, e como o desconhecido pode parecer complicado, eles em algum momento precisam enfrentar a resistência da população.

As NFTs, muito provavelmente, vão seguir esse mesmo caminho. Se apresentam agora como novidade, passam a ser disseminadas, enfrentam algum tipo de rejeição, que normalmente vem acompanhada da frase: “que coisa complicada!”, e de repente vira uma tendência normalizada e totalmente aceitável.

Não há como fugir da trajetória de um novo produto, os processos são importantes e fazem parte da caminhada histórica da humanidade com o uso de novas tecnologias.

Um destino incerto!

As NFTs estão sendo inseridas, mas elas, como tudo que vemos, possuem dois lados. Ao mesmo tempo que está sendo bem recebida no mercado, ela de certa forma atrapalha o meio viral que vivemos hoje, já que de certa forma elas regulam a réplica de um conteúdo.

Isso ameaça diretamente os tão amados conteúdos virais. Será que as pessoas estão preparadas para isso?

Todo o momento, e tudo que está sendo dito sobre as NFTs impulsionam o assunto para ser cada vez mais relevante e mais disseminado, tanto pelos meios de comunicação quanto por artistas.

Esse modelo abre novas oportunidades para todos os nichos e setores, aquecendo o mercado mais uma vez e levantando novos debates. A chegada desse modelo de negócio abre novas possibilidades e se torna muito atrativo.

Artistas como a banda “Kings of Leon” já estão fazendo parte do movimento e colocando valores consideráveis, o que por um lado chama a atenção e por outro torna-se investimento no modelo de negócios.

Bandas, artistas, designers, marcas, empresas… Todos se unem no mercado para apostar no modelo de negócios que surge e que promete ser mais um diferencial digital.

Publicidade

Compartilhe