Apple retoma posto de marca mais valiosa do mundo

Buscar

Apple retoma posto de marca mais valiosa do mundo

Buscar
Publicidade

Marketing

Apple retoma posto de marca mais valiosa do mundo

No ranking Kantar BrandZ, companhia alcançou um valor de marca de US$ 947,1 bilhões e é seguida por Google e Amazon, líder nos últimos dois anos


15 de junho de 2022 - 17h50

Marca Apple alcançou US$ 947,1 bilhões em valor, segundo ranking Kantar BrandZ (Crédito: N.Z.Photography/shutterstock)

A Kantar apresentou a versão global de seu estudo BrandZ, ranking que analisa o valor das marcas e a sua contribuição para o desempenho financeiro dos negócios. Para chegar às classificações, a companhia cruza os dados de desempenho das empresas com pesquisas sobre o valor de marca. A novidade é que a empresa de tecnologia Apple voltou à primeira posição no ranking. Nos últimos dois anos, a companhia foi batida pela gigante do varejo online Amazon. Em 2022, no entanto, a dona do iPhone recuperou a liderança e está a caminho de se tornar a primeira marca de trilhões de dólares.

De acordo com a avaliação da Kantar, no período, o valor da marca Apple alcançou US$ 947,1 bilhões, batendo na trave da casa dos trilhões. O número representa um crescimento de 55% no valor de marca, na comparação com 2021. Abaixo da Apple aparece outra empresa de tecnologia – o Google. A big tech foi um dos destaques do ranking com um dos crescimentos mais rápidos em classificação e um aumento no valor de marca de 79%, atingindo US$ 819,6 bilhões. A Amazon, em contrapartida, perdeu duas colocações de um ano para outro e registrou apenas 3% de crescimento, com valor de US$ 705,6 bilhões.

O ranking 2022 também marcou a entrada, pela primeira vez, de uma marca latino-americana no Top 100 das marcas mais valiosas e a primeira argentina a chegar ao BrandZ, desde a sua criação, em 2006. Trata-se do ecossistema de e-commerce e pagamentos Mercado Livre, que fez sua estreia na 71ª posição e registrou um valor de marca de quase US$ 30 milhões. A plataforma, que fez sua estreia no ranking mundial, tem o Brasil como um mercado estratégico. Em março, o Mercado Livre anunciou um aumento de 70% em seus investimentos no País, chegando a R$ 17 bilhões.

Outra empresa a realizar um fato importante foi a Louis Vuitton. Na décima posição do ranking, a companhia foi a primeira marca de luxo a ser elencada como uma das dez marcas mais valiosas. A grife registrou crescimento de 64% em valor, no período. Para a Kantar, o desempenho reflete o avanço no consumo do mercado de luxo, especialmente, na China. A China, inclusive, vem comprovando a força de suas marcas, figurando duas vezes entre as 10 maiores globais, com Tencent (5ª posição) e Alibaba (9ª posição). Além disso, a nação também se destaca na categoria de mídia e entretenimento, com WeChat e TikTok.

Ainda assim, em 2022, mais de três quartos do valor de marcas advém de companhias norte-americanas. O valor combinado das cem marcas globais mais valiosas aumentou 23%, chegando ao montante de US$ 8,7 trilhões, ainda em uma economia global desestabilizada pelos efeitos da pandemia da Covid-19. Quando consideradas as categorias, mídia e entretenimento, soluções de negócios, provedores de tecnologia e varejo respondem por mais da metade do valor total da classificação do Top100. Confira o ranking completo:

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Como embaixadora de Dove pela Real Beleza, Heloisy Pereira Rodrigues, formada em IA, trabalhará junto a marca em iniciativas da IA a favor da beleza sem padrões

  • Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Iniciativa acontecerá presencialmente em São Paulo, Campinas e Curitiba para democratizar conhecimento sobre a pele