Google: buscas relacionadas à Black Friday aumentam 114%

Buscar

Google: buscas relacionadas à Black Friday aumentam 114%

Buscar
Publicidade

Marketing

Google: buscas relacionadas à Black Friday aumentam 114%

Encomendada pelo Google à Offerwise, pesquisa revela as categorias mais desejadas pelos consumidores na data


25 de outubro de 2023 - 16h36

Neste ano, o consumidor brasileiro está mais interessado na Black Friday.

Segundo dados internos do Google, no terceiro trimestre de 2023, as buscas relacionadas à data cresceram 114% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Isso representa o trimestre de maior volumes de pesquisas pré-Black Friday desde 2019.

Black Friday

Pesquisa do Google revela categorias mais desejadas pelos consumidores na Black Friday (Crédito: Adobe Stock)

Os dados internos ainda revelam que os top termos buscados têm relação com a pesquisa sobre o qual será a data da Black Friday em 2023.

Além disso, 24 categorias de varejo cresceram em buscas na última semana, tanto em relação ao mesmo período do ano anterior quanto às semanas anteriores.

Entre essas 24 categorias estão suplementos, casa e construção, automotivo e eletroportáteis

Assim, há um mês para a Black Friday, com o varejo se preparando para a data, o Google divulga os resultados de pesquisa encomendada à Offerwise que revela as categorias mais desejadas.

De acordo com oestudo, o setor de eletrônicos (69%) é o mais desejado pelos consumidores. Entre eles, eletrodomésticos (30%), celulares (28%) e eletroportáteis (27%) se destacam.

Ainda, a segunda categoria preferida para adquirir na data é vestuário, com 53%, seguida por pelos segmentos de beleza e cuidado pessoal (37%), casa (34%) e alimentação (27%).

A pesquisa ainda revela que a intenção dos brasileiros é também investir em viagens (12%), em serviços (12%), na educação (7%) e em produtos para pets (7%).

Intenção de compra Black Friday

Além disso, 15 das 30 categorias analisadas pela pesquisa tiveram uma alta na intenção de compra em relação ao mesmo período de 2022.

Nesse quesito, a que mais se destacou foi a de eletrodomésticos, cuja intenção de compra está 5 pontos percentuais (p.p.) maior do que no ano passado.

Com 4 pontos percentuais a mais do que 2022, os setores de eletroportáteis e equipamentos de áudio e vídeo estão logo atrás.

Em seguida, vem a categoria de artigos esportivos, com 3 p.p. a mais do que o ano passado.

O estudo mostra ainda que categorias, como celulares, TV e eletrodomésticos e portáteis, tem alta antecipação.

Ou seja, mais da metade dos consumidores já começou a pesquisar sobre esses produtos.

As categorias de uso pessoal e dia a dia tem média e baixa antecipação.

Ademais, o otimismo brasileiro apareceu entre os resultados do estudo.

Isso porque 68% acreditam que a situação econômica familiar melhorará até o final do ano.

O que representa alta de 23 p.p. em comparação com o mesmo período de 2022.

E 24% afirmaram que a situação econômica ficará igual e 4% que piorará.

Realizado em outubro, por meio de questionário online, o estudo ouviu 2 mil brasileiros conectados das classes A, B e C, e que declararam conhecer a Black Friday.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Vinicius Jr. se torna embaixador global da Clear

    Vinicius Jr. se torna embaixador global da Clear

    Ao lado de Haaland, jogador da seleção passa a integrar time de embaixadores e estratégia voltada ao Brasil

  • PL 1904/24: as marcas devem se posicionar sobre o assunto?

    PL 1904/24: as marcas devem se posicionar sobre o assunto?

    Proposta que visa equiparar a pena de aborto à de homicídio gera mobilização e discussões a respeito do envolvimento do setor privado na questão