As empresas mais inovadoras do Brasil, segundo o MIT Technology Review

Buscar

As empresas mais inovadoras do Brasil, segundo o MIT Technology Review

Buscar
Publicidade

Marketing

As empresas mais inovadoras do Brasil, segundo o MIT Technology Review

Terceira edição do Innovative Workplaces reconheceu empresas como Alelo, Ambev, iFood, Petrobras, Vivo e outras


5 de julho de 2024 - 7h00

O MIT Technology Review divulgou nesta sexta-feira, 5, as 20 empresas mais inovadoras do Brasil. O terceiro ano do estudo Innovative Workplaces avalia a capacidade de inovação das companhias com base em quatro critérios principais: gestão, marketing, processos e produtos.

empresas inovadoras

(Crédito: Gorodenkoff/Adobestock)

As companhias reconhecidas pela instituição foram: Generali, iFood e Vibra, pela terceira vez; e Ambev, Boston Scientific, Bradesco Seguros, Brasilprev, Petrobras, SAS e Vivo pela segunda. Já Alelo, Grupo Boticário, Gerdau, Itaipu Binacional, Mobiup, NTT Data, Oxygea Ventures, Teleperformance, TIM e VLI são inéditas na lista.

É importante ressaltar que as companhias não estão classificadas em um ranking. Entre as selecionadas, as do setor de tecnologia foram as que mais tiveram destaque, com seis delas. Na sequência aparecem os segmentos de seguros, finanças e eletricidade

Ao todo, 2 mil organizações se inscreveram – o dobro da edição de 2023. Em nota, André Miceli, CEO da MIT Technology Review Brasil e coordenador da pesquisa, salienta que as empresas passaram a olhar para a inovação de maneira mais estruturada, uma vez que estão reconhecendo que inovar mantém a relevância em seus mercados.

Metodologia

As companhias foram avaliadas cada uma com base em seu segmento de atuação, bem como seu tamanho e faixas de faturamento definidas segundo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A metodologia as inclui em grupos de inovação e elas são avaliadas com base em gestão, marketing, processos e produtos e, durante a seleção, também são realizadas entrevistas com executivos da companhia.

Ao final, as organizações obtêm notas de 1 a 5 em diversas categorias. Em data decisioning, a média foi de 4,08, um aumento de 0,06 no comparativo com 2023. No quesito diversidade, a nota geral foi de 4,3 (+0,07), enquanto para gestão e cultura o resultado foi de 4,49 (+0,08). Open Innovation, processos, produtos e serviços aparecem com 4,18 (+0,03), 3,99 (+0,10%) e 4,39 (+0,10), respectivamente.

Marketing e vendas foi o único critério no qual a média geral obteve diminuição, com 4,26 — 0,01 a menos que no ano passado.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Eisenbahn anuncia patrocínio ao Rally dos Sertões 2024

    Eisenbahn anuncia patrocínio ao Rally dos Sertões 2024

    Além do 32º Sertões BRB, a marca do Grupo Heineken será apoiadora da plataforma de esportes que também abraça as vertentes de mountain bike e kitesurf

  • Futebol, lifestyle e collabs: a visão de 100 anos da Umbro

    Futebol, lifestyle e collabs: a visão de 100 anos da Umbro

    Marca celebra centenário apostando em tendências e unindo moda e esportes em suas coleções