Homens consomem mais moda na web do que mulheres

Buscar

Homens consomem mais moda na web do que mulheres

Buscar
Publicidade

Marketing

Homens consomem mais moda na web do que mulheres

Levantamento do Google também mostra que a audiência de canais de beleza masculina no YouTube cresceu

O público masculino está cada vez mais interessado em buscar referências de moda e beleza na internet. A constatação é da nova edição do Google Fashion Trends que revela também um salto de 28% nas buscas relacionadas à moda em 2016. De acordo com o levantamento, que leva em conta a base de consultas feitos no Google, os consumidores de moda têm a internet como uma das principais fontes de inspiração, especialmente quando procuram por novidades e tendências.

O consumo de conteúdo também se mostra como um fator relevante para esse público, nos últimos dois anos o tempo gasto assistindo vídeos dos principais canais de moda masculina cresceu treze vezes. As dúvidas também se diversificaram, com itens como “cortes de cabelo masculino”, “maquiagem masculina” e “saia para homens” crescendo acima de 70% nos últimos 2 anos.

No Google, itens do universo masculino cresceram 49% em 2016 e acima da categoria de moda como um todo, 28%. O estudo não revela a base de usuários considerados, mas constata que, dos homens que efetuam compras online, 40% adquirem itens de moda no mundo virtual, enquanto entre a mulheres compradoras, esse índice é de 36%. Dados colhidos junto ao YouTube mostram que a audiência dos canais de moda e beleza masculina aumentou 13 vezes em 2016. Ações de marcas nesses canais são mais frequentes, como é o caso de Philips e Papo de Homem que produziu uma série de vídeos sobre cuidados masculinos.

Outro destaque do estudo é o crescimento das buscas por termos ligados ao outono/inverno que cresceram 46% em comparação com as buscas feitas em 2015, enquanto a pesquisa por itens de primavera/verão aumentou 22% no período apurado. A análise aponta ainda que quem disponibilizar em sua prateleira virtual, itens como coturnos, calças, botas, ternos, blazers e jaquetas, têm grandes chances se dar bem na hora da venda.

Ação da Philips em parceria com o canal Papo de Homem


16 de fevereiro de 2017 - 9h02

O público masculino está cada vez mais interessado em buscar referências de moda e beleza na internet. A constatação é da nova edição do Google Fashion Trends que revela também um salto de 28% nas buscas relacionadas à moda em 2016. De acordo com o levantamento, que leva em conta a base de consultas feitos no Google, os consumidores de moda têm a internet como uma das principais fontes de inspiração, especialmente quando procuram por novidades e tendências.

O consumo de conteúdo também se mostra como um fator relevante para esse público, nos últimos dois anos o tempo gasto assistindo vídeos dos principais canais de moda masculina cresceu treze vezes. As dúvidas também se diversificaram, com itens como “cortes de cabelo masculino”, “maquiagem masculina” e “saia para homens” crescendo acima de 70% nos últimos 2 anos.

No Google, itens do universo masculino cresceram 49% em 2016 e acima da categoria de moda como um todo, 28%. O estudo não revela a base de usuários considerados, mas constata que, dos homens que efetuam compras online, 40% adquirem itens de moda no mundo virtual, enquanto entre a mulheres compradoras, esse índice é de 36%. Dados colhidos junto ao YouTube mostram que a audiência dos canais de moda e beleza masculina aumentou 13 vezes em 2016. Ações de marcas nesses canais são mais frequentes, como é o caso de Philips e Papo de Homem que produziu uma série de vídeos sobre cuidados masculinos.

Outro destaque do estudo é o crescimento das buscas por termos ligados ao outono/inverno que cresceram 46% em comparação com as buscas feitas em 2015, enquanto a pesquisa por itens de primavera/verão aumentou 22% no período apurado. A análise aponta ainda que quem disponibilizar em sua prateleira virtual, itens como coturnos, calças, botas, ternos, blazers e jaquetas, têm grandes chances se dar bem na hora da venda.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Haribo ancora planos de crescimento em pesquisas de mercado

    Haribo ancora planos de crescimento em pesquisas de mercado

    Estudo sobre sabores preferidos dos brasileiros ajudam a fabricante de balas traçar estratégias de lançamentos para ampliar público consumidor

  • Rebeca Andrade vira Barbie em homenagem promovida pela Mattel

    Rebeca Andrade vira Barbie em homenagem promovida pela Mattel

    Além da ginasta brasileira, marca homenageia atletas que são inspiração para as meninas de todo o mundo