Itaú vende operação e deixa de manter espaços de cinema

Buscar

Itaú vende operação e deixa de manter espaços de cinema

Buscar
Publicidade

Marketing

Itaú vende operação e deixa de manter espaços de cinema

Salas do Espaço Itaú de Cinema em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília passam a ser operadas pela rede Cinesystem enquanto salas da Rua Augusta ficam com empresário Adhemar de Oliveira


2 de maio de 2024 - 6h00

itaú cinema

(Crédito: Reprodução)

O Itaú concluiu nessa quarta-feira, 1º de maio, a venda do Espaço Itaú de Cinema. A movimentação já havia sido confirmada pelo banco em fevereiro, quando comunicou que negociava com um possível comprador.

As salas de cinema do Espaço Itaú nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília passam a ser operadas pela rede Cinesystem, empresa com 25 anos de atuação no mercado exibidor. O site do Espaço Itaú já direciona os usuários para a programação das salas da rede Cinesystem, incluindo aquelas que, antes, levavam o nome do banco.

Já as salas de cinema localizadas na Rua Augusta, região central de São Paulo, serão operadas integralmente por Adhemar de Oliveira, empresário e parceiro do Itaú no projeto do Espaço Itaú de Cinema.

Em comunicado publicado nas redes sociais, o Espaço Itaú comunicou a mudança, mas reforçou que segue mantendo uma série de iniciativas e ações em prol da promoção e valorização da cultura.

Em 2021, o Espaço Itaú jã havia fechado 17 salas de cinema em três capitais brasileiras: Salvador, Curitiba e Porto Alegre.

 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Dove aposta em especialista em IA para incentivar beleza sem padrões

    Como embaixadora de Dove pela Real Beleza, Heloisy Pereira Rodrigues, formada em IA, trabalhará junto a marca em iniciativas da IA a favor da beleza sem padrões

  • Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Nivea usa gamificação para falar de cuidados com a pele

    Iniciativa acontecerá presencialmente em São Paulo, Campinas e Curitiba para democratizar conhecimento sobre a pele