Meta vai demitir 10 mil funcionários em nova rodada de cortes

Buscar

Meta vai demitir 10 mil funcionários em nova rodada de cortes

Buscar
Publicidade

Mídia

Meta vai demitir 10 mil funcionários em nova rodada de cortes

Companhia, dona do Facebook, Instagram e WhatsApp, também eliminará 5 mil cargos para reduzir despesas e custos


14 de março de 2023 - 12h09

(Crédito: Rokas Tenys/Shutterstock)

Com informações da Bloomberg e do Ad Age

A Meta, proprietária do Facebook e do Instagram, vai demitir cerca de 10 mil colaboradores e fechar cerca de 5 mil postos de trabalho em uma segunda rodada de cortes. A ideia, segundo a companhia, é reduzir despesas e ampliar a eficiência.

Em comunicado divulgado nesta terça-feira, 14, o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, disse que a companhia vai eliminar algumas camadas de gerência para manter a operação mais plana.

A maior empresa de rede social do mundo já havia anunciado, em novembro, um corte de 11 mil funcionários, que representam 13% de seu quadro total. A Bloomberg já havia anunciado que outros cortes chegariam mais cedo.

Nas últimas semanas, os funcionários da Meta já estavam se preparando para novas demissões. Zuckerberg tem falado abertamente a respeito da necessidade de priorizar projetos e investimentos, chamando 2023 de “o ano da eficiência” em recentes teleconferências de resultados.

No início do ano, a Meta iniciou um processo interno de reestruturação conhecimento como “achatamento”, eliminando alguns cargos intermediários e colocando outros funcionários em posições de colaboradores em vez de cargos gerenciais.

A empresa, que é dona também do Instagram e do WhatsApp, viu uma desaceleração em sua receita com publicidade no ano passado. Zuckerberg mudou o foco dos investimentos da companhia para a realidade virtual, chamada de metaverso, que ele acredita que será a próxima plataforma da computação.

A Meta fez várias contratações ao longo do período da pandemia de Covid-19 a medida em que a demanda por serviços digitais cresciam. O quadro de funcionários da empresa cresceu 30% em 2020, primeiro ano da pandemia, e 23% em 2021.

Quando deu início a primeira rodada de cortes, em novembro de 2022, a Meta tinha, no mundo, 87 mil funcionários.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Globo tem faturamento recorde de publicidade no primeiro trimestre

    Globo tem faturamento recorde de publicidade no primeiro trimestre

    Impulsionada pelo BBB 24, empresa arrecadou R$ 2,33 bilhões com negociações comerciais, 18% a mais do que no início de 2023

  • RedeTV! e Uol firmam parceria e promovem debates eleitorais

    RedeTV! e Uol firmam parceria e promovem debates eleitorais

    Veículos preparam debates nas eleições municipais de São Paulo em setembro e outubro, para o caso de segundo turno