Não somos apenas compradores de espaço

Buscar

Não somos apenas compradores de espaço

Buscar
Publicidade

Opinião

Não somos apenas compradores de espaço

O segredo é unir o que há de melhor nesses dois mundos de preferência: aliando a criatividade a estratégia


1 de dezembro de 2022 - 6h00

Foto: Reprodução

Em um período tão curto, em pouco mais de dois anos, coisas que antes pareciam improváveis de se fazer – como reunir toda a agência de forma virtual e continuar a exercer os trabalhos com a mesma excelência e ao mesmo tempo, cuidar da casa, dos filhos e ainda buscar crescimento profissional em uma vida totalmente nova – passou a fazer parte da nossa rotina e isso nos faz pensar que não somos mais os mesmos. Nem nas nossas casas, nem nos nossos empregos, muito menos na forma como nos comunicamos. E isso reflete naqueles que fazem a ponte entre a mensagem e o meio: os profissionais de mídia.

O papel do mídia mudou muito. Percebemos uma oportunidade dentro do caos que foi a pandemia, um momento dentro deste hiato que potencializou o que antes tínhamos no discurso e hoje vemos muita gente fazendo na prática.

Hoje, a mídia não está restrito somente às agências. Estamos presentes no marketing dos clientes, nas mesas de performance dos veículos e cada vez mais, atuamos de mãos dadas com todas as disciplinas da comunicação.

É importante destacar dentro deste ecossistema, o benefício da intersecção das áreas de Mídia com a Criação. Esta conexão potencializa o trabalho criativo, impulsiona os negócios, motiva novas ações e proporciona mudanças positivas para todas as outras áreas.

É a integração de equipes que faz com que as respostas sejam cada vez mais ágeis, trazendo inovações e um novo olhar para o mercado, mas com o cuidado de não perder o foco no negócio ou na melhor rentabilidade. O segredo é unir o que há de melhor nesses dois mundos de preferência, sempre aliando a criatividade e a estratégia de mídia voltada para inovação e resultados.

Sabemos que colocar a mídia no meio de tudo isto nem sempre é tarefa fácil. A colaboração entre todas as disciplinas exige esforço, tempo e um pouco de resiliência, mas estamos vendo que pode dar certo e que o resultado final é termos cada vez mais profissionais especialistas em planejar conexões, estratégias em influência e melhores negócios para nossos clientes.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • O futuro do meio Rádio

    Breve análise dos insights apresentados no evento ABA 65 Anos, no pós-SXSW

  • Precisamos falar sobre Daniel Kahneman!

    Estudar o pensamento de Kahneman deveria ser matéria obrigatória em todo e qualquer curso universitário, pois nos ensina a apreciar a beleza da incerteza ao nosso redor