A mudança do ecossistema de buscas e o impacto nas estratégias de marketing

Buscar
Publicidade

Opinião

A mudança do ecossistema de buscas e o impacto nas estratégias de marketing

A mudança no comportamento de pesquisa dos consumidores também reflete uma evolução geracional

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


27 de maio de 2024 - 10h35

O marketing digital está passando por uma transformação significativa, impulsionada por mudanças no ecossistema de buscas online, como resultado da ascensão de novas plataformas e tecnologias, como a inteligência artificial (IA) generativa. É um momento em que as empresas precisam se adaptar definitivamente a esse novo ambiente.

Nos últimos anos, a forma como os consumidores pesquisam e interagem com as marcas mudou drasticamente. Plataformas como o TikTok, que priorizam vídeos curtos e envolventes, têm ganhado popularidade exponencial. Já não se espera mais encontrar respostas para suas perguntas apenas em textos. Essa alteração de comportamento exige que as marcas repensem suas estratégias de marketing para se manterem relevantes.

É um cenário no qual se destacam apenas conteúdos autênticos e envolventes, que ressoem com seu público-alvo. Influenciadores digitais e campanhas criativas são cada vez mais essenciais para se alcançar uma audiência mais ampla e engajada de maneira significativa.

Um exemplo marcante dessa adaptação foi de uma gigante dos cosméticos no TikTok, lançando uma série de vídeos criativos e divertidos para promover a linha de produtos com humor. A campanha não só conseguiu aumentar a visibilidade da marca, mas também gerou um aumento significativo no engajamento e nas vendas. Ficou provado que o humor se conectou com o público jovem de maneira autêntica, explorando o poder dos vídeos curtos para transmitir sua mensagem de forma eficaz.

É um cenário no qual as empresas precisam reavaliar suas abordagens de SEO (Search Engine Optimization) e compra de palavras-chave. É crucial que as marcas garantam uma presença forte em plataformas de vídeo, além dos mecanismos de busca tradicionais. As estratégias devem refletir o novo padrão de pesquisa dos consumidores, priorizando conteúdo visual e experiências interativas.

O Google, por exemplo, está continuamente adaptando suas tecnologias para melhorar a experiência do usuário. A IA generativa está desempenhando um papel fundamental na personalização das pesquisas, proporcionando resultados mais relevantes e impactantes. Isso significa que, ao fazer uma busca no Google, os resultados não são apenas baseados em textos, já há uma resposta mais completa e integrada.

A mudança no comportamento de pesquisa dos consumidores também reflete uma evolução geracional. Os mais jovens tendem a utilizar dispositivos móveis e aplicativos em vez de computadores. Eles preferem buscar informações em plataformas como YouTube e TikTok devido à simplicidade e à rapidez que esses meios oferecem. Isso destaca a necessidade de as marcas estarem presentes em múltiplas plataformas e adaptarem suas estratégias para alcançar esses públicos.

No entanto, essa transformação não é apenas sobre estar presente nas plataformas corretas, mas também sobre a forma como as informações são coletadas e utilizadas. A IA pode ajudar a reunir informações de diferentes fontes e fornecer respostas mais precisas e contextualizadas. Por exemplo, ao pesquisar “melhor tênis para correr na areia da praia”, a IA pode reunir dados de várias fontes e fornecer uma resposta abrangente, que pode incluir trechos de vídeos e análises detalhadas.

Investir em conteúdo inovador e envolvente e adotar uma abordagem centrada no consumidor são passos fundamentais para alcançar o sucesso em um mundo digital em constante mudança. A adaptação ao novo padrão de pesquisa não é apenas uma necessidade, mas uma oportunidade para se destacar e conquistar novos públicos.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Quando os “carros voadores” decolarão no Brasil?

    Quando os “carros voadores” decolarão no Brasil?

    Os eVTOLs prometem revolucionar a mobilidade urbana nos próximos anos, mas a falta de regulamentação e o alto investimento ainda são entraves ao setor

  • EY aponta a mudança da realidade no trabalho

    EY aponta a mudança da realidade no trabalho

    Flexibilidade, IA e wellbeing são os temas prioritários, detalhados pelo sócio de consultoria em gestão de pessoas da EY Brasil, Oliver Kamakura