O que está por trás da parceria entre Nike e Amazon

Buscar

O que está por trás da parceria entre Nike e Amazon

Buscar
Publicidade

Últimas notícias

O que está por trás da parceria entre Nike e Amazon

Após resistência, marca passa a vender diretamente na plataforma com o objetivo de reduzir o volume de produtos comercializados por terceiros

Preencha o formulário abaixo para enviar uma mensagem:


3 de julho de 2017 - 8h30

Na semana passada, a Nike anunciou que vai começar a vender diretamente alguns de seus produtos na Amazon, a partir de 13 de julho. Até então, a marca resistia a ter uma parceria formal com a empresa de varejo de Jeff Bezos. Diante do volume de vendas na mão de terceiros e o alto volume de itens falsificados, a Nike decidiu ceder à resistência inicial em relação à Amazon.

De acordo com Laura Stevens e Sara Germano, do Wall Street Journal, a Nike já é a marca de vestuários número um dentro da Amazon, mesmo sem vender diretamente. Grande parte do volume comercializado tem como origem revendedores não autorizados.

Como parte do acordo firmado entre as duas empresas, a Amazon não mais permitirá a venda feita por revendedores. Com menos oferta, a Nike espera que seu próprio site de vendas ganhe parte do fluxo. Outro objetivo é combater diretamente a falsificação de produtos.

Inicialmente, serão vendidos calçados, vestuários e acessórios em uma quantidade controlada. De acordo com Mark Parker, CEO da Nike, o novo esquema piloto tentaria “melhorar a experiência do consumidor na Nike na Amazon”.

O movimento representa uma reviravolta significativa para a maior marca de esportes do mundo, que já havia promovido a venda de seus produtos na plataforma, mas havia decidido concentrar seus esforços em seu próprio mercado digital.

A preocupação e a estratégia da Nike em tentar barrar as vendas de seus produtos estão no radar de outras marcas como Chanel, a North Face e a Patagonia, que estão vendo seu controle sobre preços e distribuição subjugados por uma explosão de vendedores de terceiros na Amazon.

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Os planos da Oracle na Fórmula 1

    Os planos da Oracle na Fórmula 1

    Plataforma Oracle Cloud Infrastructure será usada pela Red Bull nos projetos de desempenho do carro, aprendizado de máquina, análise de dados e para aprimorar a experiência dos fãs

  • Ambientes saudáveis alicerçam a reputação corporativa

    Ambientes saudáveis alicerçam a reputação corporativa

    Expectativa de profissionais para o período pós-Covid-19 aponta trabalho mais flexível, empático e solidário