Como ser mais eficaz ao traçar suas metas para 2024 

Buscar
Publicidade

Opinião

Como ser mais eficaz ao traçar suas metas para 2024 

O ano está começando e ainda dá tempo de preparar aquela listinha de resoluções


7 de fevereiro de 2024 - 6h30

(Crédito: Jason Goodman/Unsplash)

O ano está começando e ainda dá tempo de preparar aquela listinha de resoluções. Sim, para mim, elas são muito importantes, funcionam como um norte mesmo e um incentivo para as realizações que quero alcançar. O business plan é fundamental para qualquer empresa. Sigo a mesma lógica e faço questão de traçar uma espécie de BP pessoal. Mas, assim como no mundo profissional, podemos aplicar uma metodologia para alavancar nosso desempenho. Na coluna deste mês, vou compartilhar como eu venho fazendo nos últimos anos. É algo simples, mas que me ajuda muito em diversos aspectos da vida.   

Separar metas práticas das metas evolutivas 

Para começar, eu costumo separar o que são as metas concretas, práticas ou materiais das metas que eu chamo de “evolutivas”. Tenho listas separadas sobre o que quero alcançar nas diferentes áreas da vida, sejam elas pessoais ou profissionais. Isso me ajuda também a manter o equilíbrio. 

Coloco ⅔ das metas bem tangíveis, como, por exemplo, mudar de apartamento, finalizar determinado projeto, conseguir a promoção para o cargo tal, começar a praticar tal esporte ou a fazer tal atividade que eu sempre sonhei…   

E o restante são as metas “evolutivas”, relacionadas à fase em que eu estou vivendo, como “querer ter menos controle das coisas”, “rir mais da vida” etc. Essas soam quase como um mantra para mim ao longo do ano.  

Atenção na seleção! 

Também não coloco muitos itens. Tenho uma lista das top 3 metas concretas e outra das top 3 metas evolutivas. É para estabelecer prioridades mesmo! 

Tema geral 

Como no BP da empresa, também gosto de ter temas que quero trabalhar no ano, e escolho eles pensando no que foi o ano anterior, nos aprendizados que eu tive… Por exemplo, 2023 foi um ano de muita força, de carga de trabalho, de ter que abrir mão de muita coisa. Minha ambição é que 2024 seja o ano da leveza, do equilíbrio. Uma das minhas metas, por exemplo, é deixar de querer ter razão e, assim, diminuir todo o peso que muitas vezes isso traz. Definir esse “tema geral” me ajuda a identificar o meu propósito para aquele ano. 

Metas bem definidas 

Ao traçar as metas, procure avaliar se elas estão bem definidas, se são atingíveis, realmente relevantes e temporais. Isso proporciona clareza e foco, facilitando o acompanhamento do progresso. Metas grandiosas devem ser divididas em etapas menores. Eu não posso colocar como meta ser CEO da empresa este ano se sou estagiária. 

Escrever as metas, preferencialmente com papel e caneta 

Eu ainda sou da turma que gosta de escrever as coisas no papel. O ato de escrever à mão, para mim, é um pouco sagrado. Parece que estou firmando um compromisso e me ajuda a memorizar também.  

Este papel, com as resoluções do ano, eu carrego na minha carteira. Parece algo esotérico, simbólico, mas me ajuda a revisitar de tempos em tempos. Assim, não perco o foco do que eu realmente quero, do que realmente importa. Além disso, muitas vezes, num dia difícil, eu paro e pego aquele papel até para me lembrar das metas “evolutivas”. Se você for mais do digital, outra solução pode ser guardar no bloco de notas do celular.

Celebre as conquistas 

Ao longo do ano, é importante reconhecer e celebrar as conquistas, mesmo que não seja da meta toda. Avançou uma casa em direção ao objetivo? Celebre! A jornada é tão valiosa quanto a conquista. Isso mantém a motivação no alto e fortalece a confiança para enfrentarmos os novos desafios. 

Balanço do ano 

É claro estamos sujeitos a mudanças inesperadas. Tanto negativas quanto positivas. Se ao fim do ano não deu para atingir tudo, paciência, resiliência e perseverança são palavras-chave.

Para mim, fazer essa lista me ajuda a encarar o futuro com alegria, determinação e otimismo. E, então? Vamos colocar em prática? Que 2024 seja de muitas conquistas e aprendizados para todos! 

Publicidade

Compartilhe

Veja também

  • Estratégias corporativas de apoio à economia do cuidado

    Estratégias corporativas de apoio à economia do cuidado

    Qual o papel das organizações de cuidar de quem cuida? 

  • Como o salário digno move os ponteiros da desigualdade

    Como o salário digno move os ponteiros da desigualdade

    Empresas na vanguarda do Movimento Salário Digno promovem desenvolvimento social e de igualdade de gênero de dentro para fora