Com jovens, Smiles quer ampliar público

Buscar

Marketing

Publicidade

Com jovens, Smiles quer ampliar público

Parcerias com universidades e maior investimento em digital têm sido estratégias da companhia

Roseani Rocha
19 de março de 2018 - 8h00

Parceria com o “Viajo, logo existo”, do casal Leonardo e Rachel Spencer, é uma as ações mais recentes no marketing (Crédito: Reprodução site Viajo, logo existo)

Desde que a Smiles deixou de ser um departamento dentro da Gol para ganhar autonomia, a participação do marketing tem sido importante. Primeiro, no sentido de resgatar clientes e mostrar que o programa ainda estava ativo. Atualmente, tem ido além, com o objetivo de mostrar as parcerias cada vez mais abrangentes e de atrair um público mais jovem que a média tradicional dos clientes, cuja faixa etária é acima de 35 anos.

Loraine Ricino, diretora de marketing da Smiles, conta que há algum tempo a empresa tem se aproximado de instituições de ensino superior como parte do projeto de falar mais com jovens e, a partir desses contatos, trazer produtos que sejam adequados a eles. Algumas das instituições com quem já travaram contato foram a Fecap, Fundação Dom Cabral e a ESPM. Com esta última tem uma parceria que envolve ajudar a subsidiar alunos que não tenham condições de pagar os cursos e, por outro lado, a empresa pode realizar algumas ações – participar de um curso de Marketing de Relacionamento, por exemplo. Com a Fundação Dom Cabral, apoia o projeto Raízes, por meio do programa Milhas do Bem, que também beneficia o Instituto Reação, do ex-judoca Flávio Canto, Rede Cruzada, Junior Achievement, a própria ESPM e o Parceiros Voluntários.  A cada milha que um cliente doa, a Smiles doa outra para as instituições.

“Estamos desmistificando algumas questões, para mostrar que o Smiles melhorou e isso envolve muito a integração das ferramentas de marketing”, diz Loraine. Para isso, tem atuado em três pilares: notoriedade, diálogo e conversão.  O objetivo é mostrar aos que já eram clientes que a empresa está mais abrangente que a Gol e o setor aéreo e apresentá-la para os que não são ainda.

Loraine Ricino, diretora de marketing, entre os novos embaixadores da Smiles (Crédito: Divulgação)

A divisão do orçamento de marketing da empresa ano passado era 65% off-line e 35% para o digital. Mas a expectativa já para este ano é que se equiparem em 50%-50%. O que também faz parte da estratégia de atingir um público a partir de 19 anos de idade.  Para o segundo semestre, a Smiles pretende, inclusive, lançar um canal no YouTube.

No que diz respeito às parcerias, a mais recente é com o portal “Viajo, logo existo”. O casal Rachel e Leonardo Spencer passa a ser embaixador da marca, que patrocinará a expedição que eles farão em 2018. Para a diretora de marketing da Smiles, por meio de conteúdos explicativos ao público e associados às belas viagens que a dupla faz (eles têm o portal há cinco anos) é mais fácil mostrar as vantagens de viajar com milhas e concretizar os sonhos de viagem. Os conteúdos que o casal produzir estarão acessíveis nas mídias sociais da Smiles e no Smiles em Dica, um guia informativo para os viajantes.

No mercado há 20 anos, a Smiles tem 13,7 milhões de participantes. A Gol continua acionista majoritária, com 54% da empresa, mas hoje a empresa tem parcerias também com Delta Air Lines, Air France, KLM, Qatar Airways, Aerolíneas Argentinas, Etihad Airways, TAP, Alitalia, Copa Airlines, Korean Air, Air Canada, Aeroméxico e Emirates, que juntas voam para mais de 800 destinos ​ em mais de 160 países. Também são parceiros os maiores bancos do País, administradoras de cartão de crédito, hotéis, locadoras de carro e redes de varejo, entre outras empresas. Em todos os casos, no entanto, o foco final das parcerias recai em promoção de viagens.

 

* crédito da imagem no topo: Yevhenii Dubinko/iStock

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Flavio Canto

  • Loraine Ricino

  • Rachel Spencer

  • Leonardo Spencer

  • espm

  • Fundação Dom Cabral

  • Smiles

  • Fecap

  • fidelizacao

  • programa de milhagem

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”