Mulheres ocupam 45% dos cargos em marketing nos EUA

Buscar

Marketing

Publicidade

Mulheres ocupam 45% dos cargos em marketing nos EUA

Relatório da Association of National Advertisers (ANA) mostra, no entanto, que companhias continuam atrasadas quando o assunto é promover asiáticos, latinos e negros


29 de março de 2018 - 12h31

 Por 

 

(crédito: Rawpixel/Pexels)

As mulheres respondem por quase metade das principais funções de marketing em grandes empresas, incluindo atividades nos setores de serviços bancários – que possuem mais figuras femininas como líderes do que homens –, de acordo com um novo relatório da Association of National Advertisers (ANA). Porém, as companhias continuam atrasadas quando o assunto é promover asiáticos, latinos e negro para cargos de marketing.

O relatório anual “CMO scorecard”, realizado pela ANA, registra a composição de cargos de diretores de marketing ou daqueles equivalentes a diretores de marketing em 747 empresas, que vão de Apple a Verizon. A pesquisa constata uma discriminação de gênero de 45% de mulheres para 55% do sexo masculino. Mas, apenas 13% das principais posições não são ocupadas por pessoas brancas. Desse número, 5% são asiáticos, 4% são hispânicos/latinos e 3% são negros.

Isso significa que a liderança, responsável por supervisionar os orçamentos das maiores e mais influentes companhias dos Estados Unidos, é mais branca do que a população no geral. Os negros representavam 13,3% dos habitantes dos Estados Unidos em 1º de julho de 2017, segundo o U.S. Census Bureau. A população é formada, ainda, por 17,8% de hispânicos e 5,7% de asiáticos.

A entidade planeja produzir o relatório anualmente para acompanhar o progresso. “Por muito tempo, confiamos em deduções e insinuações ao invés de em fatos e dados concretos”, diz Bob Liodice, CEO da ANA. “Agora, nós já plantamos nossa participação no terreno e assim podemos começar a rastrear nossa evolução anualmente. Porém, conhecer esses resultados é apenas o primeiro passo. Precisamos de compromisso total em toda a nossa indústria para cria uma mudança duradoura”.

O relatório inclui detalhes reveladores sobre como o gênero e a composição racial são diferentes entre os setores. Dos 88 CMOs nos departamentos de serviços bancários e financeiros, 47 são mulheres e 41 são homens. A figura feminina também registrou uma representação igual ou maior em esportes e entretenimento (27 mulheres e 18 homens) e bens de consumo (21 e 21). Os homens superam as mulheres em tecnologia (23 e 27) e alimentos e bebidas (25 e 52).

A representação de asiáticos, latinos e negros em papéis de diretores de marketing foi baixa em todo o quadro, porém, é surpreendentemente escassa nas indústrias de esportes e entretenimento, onde essa parcela de indivíduos é minoria entre atletas e artistas. Quando se trata de CMOs nesses setores, há apenas um afro-americano, um hispânico e um asiático, segundo o relatório.

Veja os dados completos do “CMO scorecard”:

Bancos e serviços financeiros (88 CMOs)
Mulheres: 47
Homens: 41

Brancos: 82
Asiáticos: 4
Negros/afro-americanos: 2

Alimentos e bebidas (77 CMOs)
Mulheres: 25
Homens: 52

Brancos: 65
Hispânicos/latinos: 6
Asiáticos: 3
Negros/afro-americanos: 3

Tecnologia (50 CMOs)
Mulheres: 23
Homens: 27

Brancos: 44
Asiáticos: 4
Hispânicos/latinos: 2

Esporte e lazer (45 CMOs)
Mulheres: 27
Homens: 18

Brancos: 42
Asiáticos: 1
Negros/afro-americanos: 1
Hispânicos/latinos: 1

Bens de consumo (42 CMOs)
Mulheres: 21
Homens: 21

Brancos: 32
Asiáticos: 6
Negros/afro-americanos: 3
Hispânicos/latinos: 1

(*) Tradução: Victória Navarro

Crédito da foto do topo: Lukas/Pexels

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • Bob Liodice

  • alimentos e bebidas

  • ANA

  • Association of National Advertisers

  • Bancos e serviços financeiros

  • Bens de consumo

  • CMO

  • Esporte e lazer

  • marketing

  • tecnologia

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”